domingo, 2 de abril de 2017

A GUERRA SANTA COMO ELA É



A doutrina da jihad recebe dedicação em 9% do Corão, 21% dos Hadites e 67% das Suras. Antes da jihad, o islamismo crescia à razão de 10 novos muçulmanos por ano. Mas Mohammed efetuar a jihad a razão subiu para 10.000 por ano - Bill Warner.

Muitos dirão que a jihad é interior, uma guerra contra o seu ego que peleja contra a vontade de Deus - até se encontra algo parecido na Bíblia Sagrada em Rm 7: 21, 22 e 23 -, e que em apenas em caso específico é necessário a espada. Porém, essa concepção de jihad só é representado em 2% dos escritos fundamentais sobre a guerra santa; os outros 98% representa a jihad tal qual o conhecemos: Resistir e usar as forças necessárias contra os inimigos do Islã, ou seja, os infiéis.

Abaixo estão sete dos 109 versos de guerra no Corão, que são importantes para uma boa compreensão da jihad.

Corão 8:12: Deus revelou Sua vontade aos anjos, dizendo: "Eu estarei com você. Dai coragem aos crentes. Vou lançar terror nos corações dos infiéis [não-muçulmanos]. Decepai-lhes suas cabeças; batei as pontas dos dedos ".

Corão 9: 5: Quando terminam os meses sagrados, matai os idólatras onde quer que os encontreis. Prende-os, sitiai-os e tende-os em emboscada por toda parte. Se eles se arrependerem e fizerem a oração e renderem as esmolas, permitam-lhes seguir o seu caminho. Deus é perdoador e misericordioso.


Corão 9:29: Lutem contra aqueles a quem as Escrituras foram dadas [os cristãos e os judeus] como não acreditam nem em Deus nem no Último Dia, que não proíbem o que Deus e Seu apóstolo proibiram e não abraçam a verdadeira Fé, até que paguem a homenagem à mão com submissão abjeta.


Corão 9: 123: Fiéis, guerreiam contra os infiéis que vivem em torno de vocês para que sintam severidade em vós.


Corão 3:28: Que os infiéis não tomem por confidentes os incrédulos, em detrimento de outros fiéis. Aqueles que assim procedem, de maneira alguma terão o auxílio de Deus, salvo se for para vos precaverdes e vos resguardades...


Corão 48:29: Mohammed é o Apóstolo de Deus, e os que o seguem são severos para os incrédulos, mas compassivos entre si.


Corão 4:74: Que combatam pela causa de Deus aqueles dispostos a sacrificar a vida deste mundo para o outro, lute pela causa de Deus; se ele morre ou triunfa, sobre ele haverá uma rica recompensa.


Num dos hadites está escrito: "Muhammad disse: "Fui ordenado a fazer guerra contra a humanidade até que eles aceitem que não há outro deus senão Alá e que eles acreditam que eu sou Seu profeta e aceito todas as revelações através de mim". - Abu Muslim Hadith 001, 0031

Por 91 vezes o Corão chama Mohammed como o exemplo perfeito de muçulmano, logo bastaria estudar sobre sua vida para ver como seria um modo de vida em acordo com essa religião. Não só pelo que ele fez, mas pelo falou: "Saiba que o Paraíso está sob as sombras das espadas."

CJ

OBSERVATÓRIO DA FÉ

Nenhum comentário:

Postar um comentário