domingo, 9 de abril de 2017

3000 FATWAS ORDENAM MUÇULMANOS A DESTRUIREM IGREJAS NO EGITO


Fatwas são decretos vindos de líderes ou intelectuais islâmicos a qualquer muçulmano executar alguém destinado. Se por exemplo algum político no Brasil esteja denegrindo e zombando do islamismo, algum líder muçulmano no Iêmen pode lançar uma fatwa (como sentença de morte) contra o tal político, e assim algum muçulmano por aqui pode cumprir matando de qualquer forma.

As igrejas cristãs coptas sofrem muita hostilidade e perseguição no Egito. Os jovens estão mais radicalizados, as universidades estão aumentando o nível de anticristianismo e já não se tolera a convivência em muitos lugares públicos - além de serem vítimas de diversos ataques terroristas.

No final do ano passado houve o maior atentado na histórica Catedral de São Marcos, no Cairo, onde morreram 26 pessoas. Já mataram padres ortodoxos, comerciantes cristãos, estudantes, estupraram mulheres, lincharam religiosos; enfim, está difícil ser cristão no Egito.

A situação piora mais ainda. Encontraram 3000 fatwas emitidos por radicais ordenando a destruição de todas as igrejas cristãs do Egito. Isso pode gerar uma reação generalizada contra todas as comunidades muçulmanas no país, a coisa ficou mais tensa e crônica!

ATENÇÃO! 

NO MOMENTO EM ESCREVIA ESTE POST ACONTECEU ATENTADOS À BOMBA EM DUAS IGREJAS NO EGITO DURANTE AS MISSAS.

A PRIMEIRA EXPLOSÃO DESTRUIU A IGREJA DE ST. GEORGE, A 50 KM DO CAIRO.
DEPOIS UM HOMEM-BOMBA SE EXPLODIU EM FRENTE A CATEDRAL DE SÃO MARCOS (NOVAMENTE) MATANDO 6 PESSOAS ATÉ O MOMENTO.

EIS O LINK DA NOTÍCIA RECENTE: https://www.nytimes.com/2017/04/09/world/middleeast/explosion-egypt-coptic-christian-church.html?_r=0  


                                                  Igreja de São jorge, onde acabou de ter o atentado.


Fonte da primeira notícia : https://www.jihadwatch.org/2017/04/egypt-3000-extremist-fatwas-incite-muslims-to-destroy-churches

Nenhum comentário:

Postar um comentário