sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

HINDU SERÁ EXECUTADO NA ARÁBIA SAUDITA POR PUBLICAÇÃO NO FACEBOOK


Um indiano que ganhava a vida como jardineiro na Arábia Saudita foi acusado de blasfêmia pelos sauditas, por postar uma foto do deus Shiva sobre a imagem da Caaba islâmico de forma imponente. 

Nos países do golfo como Bahrein, Abu Dhabi e Arábia Saudita há muitos hindus para trabalho. Nesses países há muita efervescência nacionalista, logo seria ultrajante pra um árabe os serviços indignos; por isto há certa tolerância para a entrada de não-muçulmanos - porém, sob muito preconceito.

Pra muitos, este castigo parece ser desproporcional por conta de um mero post numa rede social (se bem que se tratando da Arábia Saudita pode ser possível), acontece que há uma questão muito mais profunda e polêmica: Para muitos hindus, não só a Arábia era um país hindu, mas a Caaba (local mais sagrado do islã) era um templo de Shiva; esse assunto é sempre uma bomba nos debates religiosos entre hindus e muçulmanos.

No momento não está havendo nenhuma intervenção de alguma autoridade indiana em favor de Ponnam Shankar, nesses tempos ninguém quer trazer atritos diplomáticos por questões "irrisórios". O problema é que há um enorme respeito, da parte do Ocidente, por essas ditaduras sob o manto da religião islâmica; muitas delas signatárias na ONU, mas com nenhum compromisso com Direitos Humanos e menos ainda com liberdade religiosa.

No Reino da Arábia Saudita já houve muitas penas de morte aplicados sem qualquer receio de ser rechaças da comunidade internacional, quase todas por motivos religiosos. A punição para o sujeito em questão provavelmente será a decapitação.

É a Sharia sendo praticado na sua forma mais pura!


Link: PG

OBSERVATÓRIO DA FÉ

Nenhum comentário:

Postar um comentário