sábado, 24 de setembro de 2016

BLOGUEIRO NA ÍNDIA É PRESO POR CRITICAR O ISLÃ EM REDE SOCIAL


Cada vez mais a liberdade de opinião está sendo solapada em vários lugares ainda democráticos no mundo, mas coincidentemente acontece nos lugares com grande porcentagem de muçulmanos como Índia e Bangladesh.

Em Bangladesh é mais comum ver blogueiros e formadores de opiniões que criticam o extremismo o islã serem perseguidos (isso porque criticam somente o extremismo, imagine se criticarem a religião mesma). Dessa vez, no país hindu também se manifesta as garras do politicamente correto.

O blogueiro Tarak Biswas, na Bengala Ocidental, foi preso por criticar o islã. Para seus acusadores, ele feriu alguns parágrafos do Código Penal Indiano "zombando e insultando" a religião alheia e da Lei de Tecnologia da Informação por "postar mensagens ofensivas".

Os representantes dos Direitos Humanos atuante no local criticaram a prisão e a forma como ele foi conduzido. Segundo eles, Biswas foi praticamente "sequestrado" pela polícia, sua família não foi informada, nenhum memorando foi emitido antes da prisão além do direito fundamental da liberdade de expressão; ferindo todas as ordens judiciais relativas à prisão de um cidadão.

Isto está desencadeando uma indignação local por se considerar um atentado à liberdade de expressão. Parece que os tentáculos do supremacismo islâmico não passa somente pela Europa e EUA.

Fonte: OBSERVATÓRIO DA JIHAD

OBSERVATÓRIO DA FÉ

Nenhum comentário:

Postar um comentário