sexta-feira, 19 de agosto de 2016

RÚSSIA: MUTILAÇÃO GENITAL DE TODAS AS MULHERES É SUGERIDA POR CLÉRIGO MUÇULMANO


Todo o mundo ortodoxo que circunda a região do Cáucaso ficou chocado e revoltado com a declaração de um clérigo islâmico vindo do Daguestão. Ismail Berdiyev diz abertamente que apoia a mutilação genital para TODAS as mulheres como solução para a promiscuidade.

Segundo ele, "todas as mulheres devem ser circuncidadas para não haver devassidão na terra, de modo que a sexualidade feminina seria minimizada", também disse que "Deus criou a mulher pra ter filhos" e que a mutilação não afetaria isso.

Diz também que de acordo com suas pesquisas, muitas tribos em montanhas remotas do Daguestão é comum a prática da mutilação (adivinha a religião dessas tribos...)

Eles usam o eufemismo "circuncisão feminina" como meio de suavizar a crueldade da prática. A circuncisão masculina, conhecida no judaísmo, não tira de modo algum o prazer sexual do homem; já esta prática - oriunda do islã - é literalmente cortar o clitóris da mulher impedindo de ter sensibilidade na relação conjugal.

Engraçado como eles dizem que Deus criou a mulher somente pra ter filhos, mas parece que não foi o mesmo Deus que criou o órgão sexual delas. Se a mutilação é a solução para a depravação sexual feminina, por que não há uma solução para a depravação masculina?

Qualquer mente em sã consciência, com decência e lógica notará que se trata da demonização do natural, do belo e de tudo que é humano. Isso sim é uma sociedade reprimida e tarada em nome de um deus contraditório.

Eles dizem que a criação de deus é perfeita, mas precisam da faca de açougue pra reparar certas imperfeições; pois na cabeça deles o erro divino foi dar os mesmos sentidos de satisfação para as mulheres.

Fonte: JW

OBSERVATÓRIO DA FÉ

Nenhum comentário:

Postar um comentário