domingo, 3 de julho de 2016

COM PERDAS TERRITORIAIS, ESTADO ISLÂMICO SE DIRIGE AO LÍBANO


Depois de perder pontos importantes como Palmira, Fallujah e outros territórios; os militantes do Estado Islâmico estão partindo para outros lugares com seus projetos de terror e intimidação.

Já houve ataques em Bangladesh que resultaram em muitas mortes, além dos gays massacrados por apenas um só homem (que não tinha nada de maluco) em Orlando; e agora o Líbano está mais que na mira dos extremistas.

Na aldeia cristã de Al-Qaa, fronteira da Síria com o Líbano houve um ataque suicida que matou 5 pessoas e outras 15 ficaram feridas. 

É consenso por todos que a autoria dos ataques vem do ISIS, até mesmo pela milícia xiita Hesbollah. Os cristãos assírios foram fortemente marcados pelos extremistas para morrerem ou, em caso de "misericórdia", pagarem os impostos por serem infiéis.

Os cristãos refugiados no Líbano revelaram que eram obrigados a assistirem execuções públicas e até mesmo seus filhos eram obrigados a assistirem decapitações - o que configura em tortura psicológica.

Percebe-se que pode iniciar um momento de tensão e medo por parte dos libaneses, principalmente dos cristãos que contam com a desatenção da comunidade internacional.

           AINA

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário