domingo, 22 de maio de 2016

GENOCÍDIO ARMÊNIO: 101 ANOS DO "HOLOCAUSTO ESCONDIDO"


O Papa Francisco chamou de "o primeiro genocídio do século XX" o que aconteceu ao povo armênio; vários representantes armênios e celebridades descentes levou o assunto ao tribunal Europeu dos Direitos Humanos.



O genocídio armênio é frequentemente chamado de "O Holocausto Escondido" ou "O Genocídio Esquecido", mas eles estão fazendo tudo o que podem para garantir que chegue ao pleno conhecimento mundial.


Para compreender o que aconteceu é preciso recuar no tempo; à 3000 anos atrás, quando esta parte do mundo era chamado de Eurásia. O povo que lá vivia formou um reino independente e foi a primeira nação a fazer do cristianismo a religião oficial, mas durante o século XV, o Império Otomano Muçulmano absorveu a Armênia.


Diante dos otomanos os armênios eram considerados cidadãos de segunda classe, mas foram capazes de coexistir pacificamente na generalidade e desenvolveram uma identidade cultural vibrante. Mas no início do século XX o império otomano começou a ruir à medida que alguns territórios se separaram e estabeleceram suas próprias nações.


Em 1908 um movimento conhecido como os "Jovens Turcos" tomou o poder e quis "turquificar" a região e dar uma nova identidade nacional. Eles viam os não-turcos, particularmente os cristãos como uma grande ameaça, e temiam que com a chegada da Primeira Guerra Mundial os armênios se aliassem à Rússia que era majoritariamente cristã nessa altura.



Então, em 24 de abril de 1915 os Jovens Turcos começaram a prender e executar intelectuais armênios e líderes da comunidade. Nos anos seguintes, os armênios foram submetidos à fome, estuprados, mortos de deportados da sua terra natal.


No total, foram 1,5 milhões de armênios foram massacrados.

A Turquia sempre diz que não existiu nenhuma tentativa sistemática de genocídio, mas fotografias tiradas por um tenente alemão providenciaram evidências que abriram o caminho para a Armênia estabelecer uma nova nação na região.


Até o momento, 29 países reconheceram oficialmente que houve genocídio contra os armênios, e isto é consenso entre os historiadores na área. Infelizmente o Brasil e EUA ainda não reconhecem oficialmente este morticínio.


Extraído do vídeo na página EMBAIXADA DA RESISTÊNCIA

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

  


Nenhum comentário:

Postar um comentário