terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

AL SHAABAB MATA CRISTÃOS NO LITORAL DO QUÊNIA


O grupo islâmico Al Shabbab, ligado a Al Qaeda consideram o litoral do Quênia como território islâmico; por isso praticam atos de terror e carnificina contra àqueles que não concordam com suas ideias e com minorias religiosas.

Vestidos de trajes militares, invadiram uma área predominantemente cristã, mataram quatro pessoas sendo um deles decapitado. Após os ataques suas casas foram queimadas.

Segundo fontes e testemunhas, a preferência de ataques do Al Shaabab são os cristãos. Um exemplo foi na aldeia de Maporomoko de 2.000 pessoas divididos em tribos cristãos, muçulmanos e étnicos; eles atacaram somente as tribos cristãs.

A insegurança é grande entre os civis e os alvos dos criminosos. O Quênia é palco de muita tensão política com um cenário perfeito para uma limpeza étnica e religiosa.

Fonte: MS NEWS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

3 comentários:

  1. Os gritos silenciosos dos que sofrem vão sendo cada dia mais dolorosos.
    A nossa religião manda perdoar e amar os nossos inimigos mas a religião deles apenas manda matar.

    ResponderExcluir
  2. Esqueci-me de informar que o blogue lidacoelho encerrou em finais de 2015. Foi continuado por Madrugadas.
    Visita-me em http://zitorodriguescoelho.blogspot.pt/
    Sei que vais gostar.

    ResponderExcluir
  3. A Paz do Senhor!
    O mais impressionante nessas histórias é que essas pessoas cometem essas atrocidades em prol da "liberdade",contra órgãos opressores internacionais e governantes corruptos e ditadores.
    Muitos teriam que ter aulas de civilidade e de convivência, pois acham que chocando o mundo, matando pessoas indefesas e que não concordam com seus credos e opiniões. Acham que serão ouvidas suas vozes quando lutam contra o mal, praticando atos iguais ou piores que seus algozes.

    Oremos pela paz, mas que Maranata, volte Nosso Senhor!

    ResponderExcluir