domingo, 27 de setembro de 2015

TRÊS IGREJAS FORAM INCENDIADOS NA TANZÂNIA

                                                  (IGREJA NA TANZÂNIA: IMAGEM REPRESENTATIVA)

O radicalismo islâmico e toda essas maluquices em nome de Deus chegam a áreas remotas em que nem se imagina que há esses conflitos; áreas em que até resistem religiões antiquíssimas e tribais como o animismo (esses também entram em conflito com os cristãos).

Mas com os muçulmanos estão ficando cada vez mais tenso. Três igrejas cristãs foram incendiados no intervalo de duas horas no dia 22 de setembro, além dos pastores estarem sendo ameaçados - os radicais querem a diminuição de igrejas cristãs no local.

Essas três igrejas contam com aproximadamente 300 membros cada um, todas perderam bens como instrumentos, cadeiras e outros materiais importantes para os fiéis. A situação está preocupante pois tem aumentado o nível de intolerância aos cristãos - antes não era assim na Tanzânia cuja população conta com 31% de muçulmanos e 54% de cristãos. 


Fonte: MORNING STAR NEWS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

OS PEREGRINOS NO MUNDO E OS ALIENADOS NO ESPAÇO


Absolutizar o relativo, endeusar a criação, desqualificar o ser humano. Os apocalipses de cada região do mundo vão acontecendo, e ainda assim cada republiqueta, cada "paisinho" insiste em ser uma galáxia paralela. Isso até em que toque em seus bolsos, mexam com suas famílias e proíbem suas crenças ferindo suas liberdades.

A inversão de valores é capaz de fazer partir o coração por um peixe pescado pra servir de alimento e não sentir nada por centenas de cristãs escravizadas por muçulmanos no Iraque.


De repente seja isso (inversão de valores) a pior das armas que ajuda na redução populacional, eliminação étnica e religiosa que selecionará os escolhidos e privilegiados a viver nessa nova era. Onde a dominação gnóstica será dominante a ponto da valoração humana não exceder a dos vermes... pois até esses terão os seus "direitos''.



EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS


sábado, 26 de setembro de 2015

HINDU EXTREMISTA: DUAS IGREJAS BOMBARDEADAS NO NEPAL


Duas bombas explodiram em igrejas no leste do Nepal, na semana passada, enquanto algumas bombas foram deixados em uma terceira igreja que não detonou. Os agressores deixaram panfletos anti-cristãs em cada local.

Bombas plantadas na Igreja Jyoti em Damak-10 e Emmanuel Igreja em Khajurgachi detonou cerca de 11 horas do dia 15 de setembro, enquanto a bomba plantada em uma igreja em Gauradha não explodiu. Ninguém nas igrejas foram feridos, mas um policial foi gravemente ferido quando a bomba não accionados (trazido para a delegacia) explodiu. Ambas as igrejas sofreram danos significativos.

Folhetos pelo Hindu Morcha Nepal, um grupo radical hindu foram deixados em cada local. Os folhetos disse que todos os líderes cristãos devem reconverter ao hinduísmo e que a cristianização do Nepal está a acontecer com o apoio de nações estrangeiras. Os folhetos advertiam o governo a tomar medidas, ou o grupo iria começar sua própria campanha. "Igrejas, organizações e instituições cristãs são nossos alvos", escreveu um contato VOM.

Em outras partes do país de maioria hindu, fotos de jovens ativistas hindus queimando bíblias foram divulgados. Outro contato disse que as queimaram a bíblia como advertências aos pastores e líderes cristãos. "Eles disseram, 'Qualquer coisa pode acontecer a um cristão'", disse o contato.

Os bombardeios vieram depois de uma assembléia constituinte elaboração de uma nova Constituição que rejeitou uma proposta para reverter Nepal a um estado Hindu. Nepal tem sido uma nação secular desde 15 de janeiro de 2007. Mais de 30 pessoas foram mortas em protestos sobre a Constituição desde o mês passado.

Após o encontro com os pastores das igrejas bombardeadas, o contato VOM escreveu: "Por favor, orem pela paz e pela segurança das pessoas."


Fonte: VM

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

domingo, 20 de setembro de 2015

MUÇULMANAS SÃO OPRIMIDAS PELA SHARIA NA GRÃ-BRETANHA


"Eu me sinto traída pela Grã-Bretanha. Eu vim pra cá para fugir disso e vejo que a situação está pior do que a do país que eu fugi". - Mulher muçulmana em entrevista.

As comunidades muçulmanas, apesar de viverem em países laicos, seguem prioritariamente suas leis, seus preceitos baseados no Alcorão. Se a lei do país diverge do livro sagrado aparece o atrito (ou a submissão do país em questão).

É o caso do Reino Unido, cuja constituição local promove a igualdade de cidadão independentemente de classe, sexo, etnia e religião. Porém, no caso dos muçulmanos é diferente; eles fazem seus próprios julgamentos e resolvem suas questões fora das atenções do poder público. Tudo isso através da Sharia.

Há relatos de abusos, opressões e desqualificação da mulher pelos islâmicos nesse país - denuncia a baronesa Caroline Cox - defensora dos Direitos das Mulheres no Reino Unido.

A baronesa introduziu um projeto de lei que visa combater a discriminação feminina, dar mais atenção às causas apresentados por mulher (o que não acontece na Sharia), igualar os mesmos direitos que os homens e conscientização das mulheres sobre seus direitos na lei britânica.

O indivíduo da foto é Haitham al-Haddad, juíz do tribunal da Sharia na Grã-Bretanha. Ele declarou que o homem não deve ser questionado pela motivação de espancar a mulher; disse que "devem deixar o casal em paz, pois saberão resolver suas diferenças".

Além de serem humanas de segunda classe, sofrem violências físicas e não tem nenhuma representatividade em sua própria comunidade. Esta valoração feminina não convém a uma religião que tem por slogan (pelos ocidentais) "religião da paz".



EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

CRISTÃOS SÃO ESPANCADOS POR RECUSAREM A ADORAR DEUSES HINDUS


O pastor Akash Nandi relatou que os hindus ordenaram que o culto fosse interrompido, mas os fiéis se negaram: “Depois disso, dois homens entraram e pediram ao pastor e aos outros para irem para fora do local, mas os cristãos se recusaram a ir”, contou Nandi.

Enquanto uma parte dos extremistas agredia os fiéis, outros vandalizavam a moto do pastor Sarvajit Bharti. Outro pastor, Mitilesh Kumar, foi arrastado para fora do local onde estavam reunidos e ouviu dos radicais que eles deveriam adorar os ídolos hindus.

“Mitilesh respondeu que eles não estavam fazendo nada de errado por adorar a Cristo, e eles não iriam parar”, disse Nandi, acrescentando que vários fiéis foram “impiedosamente espancados” pelos extremistas, incluindo uma idosa de 60 anos, que teve as mãos fraturadas
“Desde abril deste ano, temos sido pressionados a escolher entre Cristo e as nossas vidas, e somos constantemente ameaçados de sermos expulsos da aldeia se não renunciarmos a Cristo”, afirmou o pastor, chamando a atenção para o fato de que a perseguição inclui ainda a restrição do acesso dos cristãos da região aos poços de água.

“A situação é tensa, já que os extremistas estão perseguindo fortemente os cristãos e os ameaçam a serem queimados se eles não deixarem Cristo. É difícil para as crianças estar sem água adequada para beber, já que os cristãos são impedidos de tirar água do poço”, lamentou.


Extraído do blog AMO VOCÊ EM CRISTO

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

IMIGRANTES MUÇULMANOS LANÇAM CRISTÃOS AO MAR DURANTE TRAVESSIA


Não se pode confundir, quando se fala em perseguição religiosa, que se trata apenas de cristãos sendo perseguidos por muçulmanos. Até mesmo muçulmanos de outras correntes dentro da religião sofrem como cristãos em muitos casos - não só cristãos, mas yazidis, sikhs e algumas correntes de budistas - mas os cristãos são em enorme escala de perseguição a níveis drásticos de intolerância.

Até mesmo entre aqueles que lutam para sobreviver, ou para fugir do caos que assola partes do Oriente Médio, existe a seleção de quem deve ou não deve sobreviver quando a situação exige.

É como o Titanic afundando. Todos no desespero da vida andavam em cima de ouros e jóias sem se importarem com o valor delas, pisoteando idosos e crianças, esquecendo amigos etc. também é assim na corrida da vida nessa incerta imigração em massa.

Então é assim; quando o barco fica muito pesado se inicia a seleção daquilo que tem menos valor pra ser lançado ao mar: Os menos fortes, objetos de valor, criminosos e cristãos... a lista aqui está na ordem invertida.


Fonte: ESTADÃO

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

PERPLEXIDADE EM NÍVEIS ELEVADOS


A Criação aguarda com ardente expectativa a manifestação dois filhos de Deus” (Rom 8:19) ... que bela manifestação estamos vendo!
A natureza é expectadora da grande habilidade do ser humano em se rebaixar na irracionalidade dos animais (irracionalidade???)
De um lado do Mediterrâneo, seres a quem chamamos humanos montam seu “mundo ideal” a custo de muitas degolações; do outro lado, um continente quase pós-cristão se debatendo para lhe dar com as realidades que pululam fora do campo das teorias sociais.
Estão criticando algumas partes da imprensa que divulgaram o vídeo como “forte demais”. Eu digo que forte demais é a frieza na valoração da vida humana (também entre os camarotes das redes sociais) e pela mesquinharia de todos os lados - porque todos dessa história têm a pretensão de “salvar” o mundo. 
Ainda que essa frase não soa como verdade de evangelho, pelo menos soa o que se aproxima da realidade que: “Quanto mais eu conheço os homens, mais admiro os animais! ”
Já não há Psicologia, ideologia, religiosidade e politicagem que explica, ou muito menos que sana a nossa perplexidade de um mundo que enche a medida de seus pecados deixando-a madura para o Julgamento.
Dizia Santo Agostinho - “Uma virtude simulada é uma impiedade duplicada: a malícia une-se a falsidade. ” Só assim para entender tanta indiferença da maioria boa diante da minoria sanguinária! Quem diante de tanto valor invertido poder fazer a simples terapia moral de se colocar no lugar de alguém? 
Eu particularmente não me colocaria no lugar nem dos sírios nem dos europeus; não tomo partido nem do Sul muito menos ao Norte do Mediterrâneo. Mas se é para admirar os animais, que eu me coloque no lugar deles como nesta representação. Que fique no “entre terras”, cujo lugar é o palco/vitrine da administração humana da terra que Deus nos deu.


Extraído do facebook; de Ezequiel Domingues dos Santos

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

REFUGIADOS MUÇULMANOS ESTÃO ADERINDO AO CRISTIANISMO EM GRANDE ESCALA, POR QUÊ?


Há um número crescente jamais visto na Europa de muçulmanos, principalmente os refugiados, se convertendo (ou aderindo, Deus o sabe) a fé cristã. Algumas em igrejas católicas, outras em protestantes.

Há refugiados vindos da Síria, Iraque, Afeganistão e países da África por motivo de guerra civil, perseguição religiosa e carestia. Nisto está ficando uma situação complicada pra Europa, que aos poucos está ficando convulsionada - principalmente nos países que recebe imigrantes indiscriminadamente.

No entanto, têm surgido questões do porquê dessas conversões. Muitos alegam que os imigrantes estão se aproveitando para se tornar cristãos e melhorar o status de refugiado e ganhar asilo, assim com melhorar as condições onde estão instalados; e dessa forma, o país receptor não deportaria um cristão à um país muçulmano sabendo das perseguições religiosas que acontece por lá.

Porém há casos reais de perseguidos religiosos como a iraniana Zonoobi, que havia assistido cultos secretos no Irã; se converteu, e fugiu para Alemanha após muitas prisões de cristãos na terra de Khomenei.

É claro que isso se torna uma estratégia pra muitos se instalarem sem problemas na Europa, mas também os que realmente fogem das decapitações, desterros e perseguições religiosas. É uma situação complicada pois beira nos dilema entre ajudar os irmãos perseguidos e rechaçar os vagabundos e terroristas infiltrados; ajuda humanitária e combater o iminente caos no Velho Mundo.



Fonte: SHARIA REVELADA

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS