sábado, 10 de outubro de 2015

ESTADO ISLÂMICO EXECUTA TRÊS CRISTÃOS NA SÍRIA


A execução dos três cristãos aconteceu no dia 23 de setembro, mas o EI demorou duas semanas para divulgar o ato jihadista. Esses três cristãos (foto) faziam parte dos 253 assírios que foram sequestrados em 23 de fevereiro em Hasaka.

A execução foi gravado (quem quiser assistir clique no link da fonte abaixo do texto) com declarações que se o resgate dos cristãos não forem pagos todos seriam executados. O grupo exige 50.000 dólares pra cada refém.

No vídeo os três fizeram declarações antes de serem mortos, depois outros três se ajoelharam na frente dos mortos e deram ultimato a mandado sob as ordens do EI. As declarações foram essas:

Primeiro grupo:


  • Eu sou cristão assírio Ashur Abraham da aldeia de Tel Tamar, Jazira
  • Sou o cristãos assírio Basam Essa Michael, nasci em 1976 na aldeia de Tel Shamiran, Tel Tamar
  • Sou o cristão Abdulmasih Enwiya, nasci em 1997 no Distrito de Tel Jazira.
Segundo grupo:


  • Sou o cristão Zaya George Elia, nasci em 1988, na vila de Shamiran
  • Eu sou o cristão William Youhana Melham de Tel Tamar, nasci em 1964.
  • Eu sou o cristão assírio Marden Tamraz, nasci em 1966 em Tel Jazira.

Após as identificações, um dos cristãos disseram: "Há dezenas de nós aqui. Nosso destino é o mesmo que estes [apontando para os três mortos na frente deles] se vocês não tomarem o procedimento adequado para o nosso resgate, teremos esse destino inevitável".


Talvez esse apelo do EI seja sinal de algum desmantelamento por causa da ofensiva da Rússia e eles estão precisando de dinheiro. Todavia, fica a indignação em ver pessoas inocentes morrendo de modo bárbaro, sanguinário e cruel nos moldes da antiguidade enquanto a Síria é disputa geopoliticamente entre os EUA e a Rússia.

Fonte: AINA

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário