sábado, 20 de junho de 2015

O PROBLEMA DOS DOENTES E DOS APROVEITADORES


Mesmo com tanta difusão de informações e mesmo com tanta conscientização sobre os conceitos de liberdade religiosa, tolerância e etc, aparece pessoas insanas e prontas para, além de não aceitarem a o livre arbítrio de cada um ainda agridem essas pessoas.

A já conhecida menina espírita de 11 anos que levou a pedrada (estranho que é menor de idade e alguns jornais e programas mostravam o rosto dela) foi vítima dessa real intolerância religiosa... segundo testemunhas e alguns jornais, os tais apedrejadores levavam bíblia nas mãos e segundo o site G1 eles gritavam "diabo", "vai para o inferno" e "Jesus está voltando".

Não duvido que talvez seja desta forma - mesmo sabendo que a grande mídia brasileira é por demais sensacionalista - até por que existe igrejas insanas para pessoas insanas e loucas religiosamente a ponto de agredir crianças em nome de seu deus.

Os tais que fizeram isso, mesmo carregando bíblia, não são cristão (a própria menina disse: "eu não acredito que eles sejam evangélicos porque agindo dessa forma eles não seguem a Palavra). Sim, ela está certo! Um verdadeiro cristão não apedreja ninguém e toda essa inferiorização que alguns fazem com integrantes de outras religiões também não praticam de fato o evangelho!

Agora, temos um porém. Sabemos que os brasileiros (não todos) são generalizadores-mor pra colocar toda uma classe apenas por um fato isolado. E também, percebe-se por parte da mídia uma valorização em detrimento de outros problemas religiosos (o que não descarta a atenção dada a essa menina). Já vi jornalistas xingando pastores, nas mídias sociais vários ícones da "tolerância" destilando ódio mortal aos cristãos é isso não é saudável pra ninguém.

Estamos cansados de ouvir em todo o Ocidente "o problema não é a religião, mas pessoas que usam delas pra praticar crime" quando surge um ataque terrorista islâmico; então que tal continuar pensando dessa mesma forma. Só que é evidente que existe uma forçada guerra cultural no Brasil. Mesmo todos sabendo unanimemente qual seria a reação de Jesus ao cruzar com espíritas!

Enfim, estamos num país que gira em torno de uma guerra social orquestrada e bem manipulada. Se não é por fanáticos religiosos guiados por religiosismos (e não pelo evangelho) é por militantes sociais que de forma psicótica adere a qualquer formador de opinião... nos dois casos têm seus aproveitadores.


EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Um comentário:

  1. Não é difícil entender a lei de Deus que é simples e clara.É dificil entender as leis dos homens que deturpam e renegam as leis Divinas,tornando os homens em carrascos e assassinos do próprio homem

    ResponderExcluir