sábado, 27 de junho de 2015

A SEXTA SANGRENTA; OU, A COALIZÃO DE DAR MEDO... NOS OCIDENTAIS!


Os reflexos na política de boa vizinhança, suas retóricas que exala o sentimento de humanidade superior, o medo de travar guerras e nas coletivas de imprensa - "não tenham medo"

Já dizia Carlos Alberto Brilhante Ustra "Não se combate o terrorismo com flores, mas se com objetividade e tenacidade..." Se nossas vidas dependesse diretamente da proteção e resistência vindas dessa chamada coalizão ocidental estaríamos a "Deus dará".

Uma coalizão dessas que não diminuiu nem intimidou o Estado Islâmico, muito pelo contrário, estão mais fortes e combatentes do que nunca! Continuam nas suas execuções em curta metragem, com suas invasões, ataques e infiltrações no Ocidente.


Para que então esses títulos de "super potência"? É necessário que um ataque chegue a uma embaixada deles ou surgem ameaças em seus núcleos de poder?

Sexta feira, dia 26/06 houve quatro atentados terroristas: França, Kwait, Yemên e Tunísia. Este último foi o mais trágico onde 37 pessoas foram mortas num "tira ao alvo" - eram todos europeus -, na França um indivíduo foi decapitado e uma empresa explodida.

A impressão que dá é que essa coalizão apenas atua para no máximo manter o conflito apenas no Oriente Médio e Norte da África. Alguém se lembra da comoção mundial pelo Charlie Hebdo enquanto 2000 nigerianos foram mortos em apenas um dia?

Basta ser um observador mediano para ver que a valoração da vida humana continua no mesmo critério: importância de nacionalidade, seu grupo social e seu nível econômico. Todos esses ideias são apenas faixada... igual a essa coalizão!


EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário