sábado, 2 de maio de 2015

PEDINDO PERMISSÃO PRA SE CONVERTER


Ainda que se considere a Índia como um país democrático, as fortes raízes religiosas aliados as suas estruturas sociais não permitiriam a nação de desfrutar de plenas liberdades para todos.

O país é muito diversificado: Há grande comunidade muçulmana, cristã, budista mas é o berço do Hinduísmo. Sendo um país místico, não há lugares para o sectarismo e ceticismo ocidental - a religião têm grande força na Índia.

Porém, ainda que na constituição garanta a liberdade de religião, 29 administrações estaduais são aprovadas leis que proíbem as "conversões forçadas"; e ainda em outros estados já estão sendo discutidas essas leis.

Se trata que quando um hindu é persuadido a se converter a fé cristã, a pessoa que o converteu ou a comunidade pode ser penalizados por multas exorbitantes ou mesmo prisões (além de muita convulsão social por parte dos hindus que variam de espancamento, bíblias queimadas, depredações de igrejas etc.)

Há casos em que certos estados para se converter a uma outra religião é necessário permissão do governo. Em Gujarat e Madhya Pradesh vigora que, qualquer pessoa que pretenda se converter do hinduísmo ou pregar para um hindu por exemplo, tem que dar aviso prévio de 30 dias e buscar a permissão do governo.

Pra que uma ditadura para quem tem uma democracia como esta; que vigia a consciência e as convicções pessoais de quem quer trocar de religião. E o interessante que todos os casos de intolerância e perseguições religiosas de várias formas, sempre é a comunidade cristã que é o alvo. Nunca vi mesquitas sendo apedrejadas, muçulmanos apanhando publicamente e nenhum hinduísta oprimindo muçulmano... que coisa não! Quão rebelde é essa religião cristã!

Fonte: VM
EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário