sábado, 18 de abril de 2015

EX-GAY CHRISTOPHER YUAN OPINA SOBRE A QUESTÃO DO "NASCER OU ESCOLHER"


Essa foi uma discussão que o próprio Christopher teve no facebook, então ele manifesta sua opinião baseado em evidências científicas até agora constatada. Ele mostra sinceridade em contestar as opiniões que majoritariamente atribuem ao homossexual o ato de "escolher" ser o que é.

Eu apenas copiei e colei nesse blog. Achei interessante e útil para muitos que passam por aqui. 

Boa leitura!

"Eu tive uma discussão no Facebook e respondi a algumas afirmações e pensei que alguns de vocês podem estar interessados em ler. Copiei a minha resposta abaixo. Foi em resposta aos comentários de XXX. XXX fez algumas afirmações que eu vou tentar opinar sobre os tais.


  •  1) As pessoas nascem gay (ou a homossexualidade é uma disposição pré-nascimento). 



  • 2) Não há nenhuma evidência de que ser gay é uma escolha e as pessoas podem passar de gay para reta. 

  • 3) Romanos 1 e Gênesis 19 não é sobre a homossexualidade cuja resposta darei aqui.

Muitos concordam que não há evidência provável que a sexualidade pode ter uma disposição pré-parto. Mas há outros fatores que possivelmente entram em jogo (ambiente) pós-parto. Ainda nenhuma evidência conclui que as pessoas nascem gay. Você mencionou o estudo Northwestern como evidência para apoiar a sua alegação de que as pessoas nascem gay. Mas aqui está uma citação notável do pesquisador-chefe, Dr. Alan Sanders de Evanston Northwestern Healthcare Research Institute. "É mais provável que existam vários genes que interagem com fatores não genéticos, incluindo as influências psicológicas e sociais, para determinar a orientação sexual." 


Aqui estão algumas declarações mais notáveis ​​de fontes confiáveis. "Não há consenso entre os cientistas sobre as razões exatas que um indivíduo desenvolve uma genética heterossexual, bissexual, gay, lésbica ou orientação. Apesar de muita pesquisa analisou-se a possibilidade genética, hormonal nas influencias sobre a orientação sexual de desenvolvimento. Também no âmbito social e cultural não há conclusões para os cientistas concluirem que a orientação sexual é determinada por qualquer fator ou fatores particular.

Segundo American Psychological Association "A orientação sexual provavelmente não é determinada por qualquer um fator natural autômata, mas por uma combinação de fatores genéticos, hormonais e influências ambientais." American Academy of Pediatrics "Ninguém sabe o que faz com que a heterossexualidade, homossexualidade, bissexualidade ou ... há um renovado interesse na busca de etiologias (estudo das causas) biológicos para a homossexualidade. No entanto, até o momento não existem estudos científicos replicadas para apoiar qualquer etiologia biológica específica para a homossexualidade.

 "Associação Psiquiátrica de Gays e Lésbicas" - A partir de agora, ninguém sabe a etiologia da sexualidade, mas o mais provável é uma combinação de fatores. Além disso, não se sabe se essas influências biológicas ou ambientais são pré-natal ou pós-natal. Então, de acordo com a evidência científica, até agora, o júri está fora. A maioria das pessoas afirmam que as pessoas nascem homossexuais, a fim de justificar a permissividade moral. No entanto, existem muitos sentimentos que eu tive desde que me lembro por gente, é que eu nunca escolhi (o egoísmo ou a raiva), mas isso não justifica a sua permissividade moral. 2) Aqui, eu concordo totalmente com você que a homossexualidade é não uma escolha. E eu o acompanho na luta contra essa mentira. Passei a maior parte da minha vida adulta como um homem gay. E eu ainda não encontrei ninguém que escolheu ter sentimentos homossexuais. Então, você está certo. 

A coisa toda sobre escolha é um absurdo. Eu concordo parcialmente com algumas partes de seu segundo ponto. A maioria das pessoas vão continuar a ter atração pelo mesmo sexo e que é por isso que eu nunca disse às pessoas que o objetivo da pessoa com indesejadas atração pelo mesmo sexo é tornar-se inteiramente héteros. Estar em linha reta não é o objetivo. Eu acho que é mais uma questão de identidade. Eu não ponho a minha identidade em meus sentimentos ou sexualidade. Estou agora celibato e não me considero homossexual ou heterossexual. Eu posso ter sentimentos sexuais, mas eles não me controlam. Não estou negando a mim mesmo, só os meus sentimentos - como uma questão de fato, durante todo o dia, todos nós negamos sentimentos. É o que nos separa os humanos dos animais. Agora, como resultado, os meus sentimentos tornam-se cada vez menos. E eu começo a se concentrar em tantas outras coisas na vida. Há mais na vida do que apenas sexo !!! Mas sua afirmação de que não há provas de que os gays podem se transformar em héteros não é verdade.

Há estudos (por exemplo, Jones & Yarhouse), mas muitos simplesmente descartam e, em seguida, faz afirmações como: "Não existem estudos lá fora!" Além disso, eu conheço pessoalmente de algumas pessoas que mudaram. Sim, você pode dizer que você conhece pessoas que tentaram e não se alterou. Mas tudo o que posso dizer é que eles não mudaram. Isso está longe de dizer a mudança não é possível, o que é uma afirmação absoluta. Seria ridículo para mim fazer uma afirmação absoluta, tal como todos os homossexual pode mudar. Não, eu nunca diria isso. Mas posso dizer que alguns gays mudaram - a mudança é possível. Além disso, precisamos definir "mudança". Ser claro com nossa semântica é sempre importante. Eu não estritamente definir a mudança como algo preto no branco. Kinsey, o famoso "sexpert" acredita que a sexualidade é um espectro e que a maioria das pessoas estão em algum lugar entre homossexualidade e heterossexualidade. Então, eu acredito que qualquer movimento ao longo desse espectro é a mudança. 

Com essa definição mais realista de mudança, eu certamente acho que a mudança é possível. O fato de que eu fui de onde eu estava há dez anos (viciado em sexo) para agora (celibato) é uma enorme mudança em minha sexualidade. 

Eu concordo com você que o propósito de Gênesis 19 e o propósito de Romanos 1 não é sobre a homossexualidade, mas sim que é sobre a depravação de Sodoma em Gênesis e / ou a humanidade em Romanos 1. Com isso dito, embora este não é o texto de prova para a homossexualidade, essas passagens apontam para a tendência do homem para com o pecado. E o escritor de Gênesis e Paul se acumulam uma multidão de pecados para fazer seu ponto. Em Gênesis: homossexualidade, estupro coletivo, falta de hospitalidade, etc .; e em Romanos: idolatria, homossexualidade, maldade, ganância, inveja, contenda, engano, malícia, fofocas, caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, arrogantes, prepotentes, desobedientes aos pais, sem sentido, sem fé, sem coração, cruel, etc. Assim, embora Moisés e ponto de Paulo não era simplesmente condenar a homossexualidade, essas passagens confirmar que o sexo homossexual é um pecado. 

Assim, as pessoas não são detestáveis, mas os atos podem ser. Infelizmente, as pessoas têm usado a Bíblia para odiar e maltratar as pessoas LGBT - e isto é o que eu chamaria detestável! Vou lutar para acabar com o ódio e maus tratos de pessoas LGBT, porque simplesmente, é errado !!! Mas de volta às Escrituras, mesmo Gênesis 19 e Romanos 1 não condena a homossexualidade, e está longe de apologia a homossexualidade - que é o que você está dizendo que a Bíblia diz. Eu seria curioso para ver onde você achou isso na Bíblia. Embora eu acredite que o sexo homossexual é um pecado, isso não significa que eu odeio as pessoas LGBT. Ninguém é perfeito - e todos nós somos pecadores. Isso significa então que, porque eu acredito que todo mundo é um pecador, eu odiaria a todos? Então, minha mãe (que é imperfeito e pecador), eu os odeio ela? NÃO! Meu pai é imperfeito e pecador. Eu o odeio? NÃO! Mas porque eu conheço minhas próprias imperfeições e pecados, mesmo assim sou capaz de se relacionar de forma solidária e amar todas as pessoas como somos chamados a "amar o próximo." Espero que isso ajude. Bênçãos a você!"


Extraído do site: CHRISTOPHER YUAN

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

EX-LÉSBICA CLEICE BARBOZA

EX-LÉSBICA FABRÍCIA

EX-LÉSBICA KRISTIN TREMBA

EX-GAY CHARLES

EX-HOMOSSEXUAL ROBERT

EX-TRAVESTI DIEGO ABEL

EX-DRAGQUEEN SATÂNICO

EX-TRAVESTI SILAS FURTADO

EX-TRAVESTI MURILO SILVA

EX-DRAGQUEEN RAMON PEDRO

EX-TRAVESTI PEDRO JAIRO

EX-GAYS E A LISTA DOS LIBERTOS

EX-GAY JOSEPH SCIAMBRA

EX-LÉSBICA CLAUDIA GIMENEZ

EX-HOMOSSEXUAL JEFFERSON

EX-GAY : O BLOG

EX-HOMOSSEXUAL TIAGO

EX-HOMOSSEXUAL JONATHAN BARBOSA

EX-GAYS LAVADOS, SANTIFICADOS E JUSTIFICADOS

EX-TRAVESTI VICTOR HUGO

EX- HOMOSSEXUAL ROMÁRIO GARCIA

EX-LÉSBICA ROBIN BECK

EX-LÉSBICA ANÔNIMA

EX-LÉSBICA ANDRESSA CAIO

EX-GAY ALLAN CHAMBERS

EX-TRAVESTI EDINEI

EX-LÉSBICA DAYANE

EX-TRAVESTI LUIZ

EX-LÉSBICA NÁDIA

EX-LÉSBICA CHRISTINE SNEERINGER

EX-LÉSBICA JANET BOYNES

EX-GAY RICHARD COHEN EM ENTREVISTA SOBRE REORIENTAÇÃO SEXUAL

EX-LÉSBICA JACKIE CLUNE

EX-HOMOSSEXUAL, UMA HISTÓRIA DE TRANSFORMAÇÃO – LIVRO DE DIEGO ABEL

EX-HOMOSSEXUAL VALDECI SILVA ALVES

EX-GAY E ATIVISTA ERIC HESS

EX-HOMOSSEXUAL HENRIQUE

EX-HOMOSSEXUAL, EX-ESPÍRITA, EX-SOROPOSITIVO HÉRCULES DANILO PACHECO

EX-LÉSBICA ANÔNIMA

EX-LÉSBICA JAQUELINE

EX-HOMOSSEXUAL ABIMAEL GUIMARÃES

EX-LÉSBICA POLLYANA GOMES E SEU LIVRO “ELE ME FEZ MULHER”

EX-TRANSSEXUAL THIAGO OLIVEIRA

EX-GAY STEPHEN BLACK

EX-LÉSBICA VASTI THOMAS
http://ezequiel-domingues.blogspot.com.br/2015/04/ex-lesbica-vasti-thomas.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário