terça-feira, 10 de março de 2015

JIHADISTA DO ESTADO ISLÂMICO SE TORNA CRISTÃO APÓS QUASE MORRER


Fica difícil acreditar, mas até corações de jihadistas podem ser tocado por ações de caridade cristã (a não ser que seja de fachada). Um militante do Estado Islâmico que foi atingido em um combate na Síria foi resgatado por clérigos em um mosteiro católico e foi dado como morto. E de fato era morte clínica.

Quando estava pra enterrar o sujeito, deu sinais de vida para susto de todos. Poucos dias depois ele decidiu se tornar cristão. Após a conversão, o ex-extremista decidiu ficar no mosteiro e ajudar aqueles que o havia resgatado da morte.

Incrível, eu mesmo ficaria com um pé atrás; se os cristãos primitivos ficaram com Saulo após sua conversão quanto mais a um integrante do Estado Islâmico cuja pena dada aos cristãos é cortar o pescoço?

No entanto, a bondade cristã supera ao ódio e ressentimento de ver sua comunidade sendo destroçada,  para mesmo assim estender as mãos e socorrer seus próprios algozes.

Fonte: PORTAL PADOM

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS



Nenhum comentário:

Postar um comentário