sábado, 14 de fevereiro de 2015

COMO CRERÃO SE NÃO HÁ QUEM PREGUE? TESTEMUNHO DE HÉLIDA ELECTO



"Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. 
Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?
E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas." - Romanos 10:13-15

Todo crente em Jesus é um comissionado por Ele a fazer missões. O IDE de Cristo não é uma sugestão, é um imperativo.
"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." Marcos 16:15

Dois mil anos depois desta ordem, muitos ainda desconhecem o Evangelho libertador de Jesus.



O apóstolo Paulo no texto que intitula este artigo, na carta aos Romanos, mostra que é preciso enviar pregadores do evangelho para que aqueles que ainda não ouviram as boas novas de Salvação, possam ouvir e, uma vez ouvindo, possam crer, convencidos pelo Espírito Santo de que é preciso invocar o nome do Senhor e, uma vez invocando-O, sejam salvos.

Diante dessa necessidade, Deus tem levantado vidas com o coração disposto a deixar tudo para IR. Nem todos podem (nem tem chamado) para IR para o campo missionário, mas todos podemos ORAR pelos que vão e, dentro das possibilidades de cada um, CONTRIBUIR materialmente para abençoar o envio desses irmãos.

É o caso da Hélida Electo, membro da Igreja Batista um Novo Tempo em São Gonçalo, Rio de Janeiro, Brasil (http://www.ibnovotempo.com.br/), cujo relato transcrevo a seguir:

"Meu nome é Hélida Electo, tenho 35 anos, sou Analista Financeira, mas daqui a um mês começa uma nova fase em minha vida.
Tinha aproximadamente 15 anos quando escutei o chamado de Deus para minha vida. Foi em uma conferência missionária na Assembléia de Deus no Mutuá em São Gonçalo (Rio de Janeiro), em uma palestra só para adolescentes, onde, chorando, eu disse "Eis-me aqui!" e declarei que por amor a Cristo não me importaria de perder a minha vida e iria a qualquer nação para levar o nome e o amor de Jesus.

Os anos passaram e eu me tornei adulta, tomando para mim outras prioridades e me distanciando do meu chamado, em alguns momentos, me distanciando de Deus. Achei que já o tinha perdido, mas Deus não esqueceu da minha promessa lá atrás e depois de 17 anos, a chama voltou a queimar em meu coração, e quer saber? Agora queima até mais forte! Deus é fiel!

Hoje largo tudo para viver os sonhos de Deus para minha vida. Sei do tamanho da responsabilidade da decisão que tomei, mas também sei que Deus me escolheu antes mesmo que me formasse no ventre da minha mãe. Desde o meu nascimento, por tudo que passei e por onde eu andei, nos meus erros e acertos, em tudo tinha a permissão e um propósito de Deus, pois Ele mesmo estava me preparando, moldando o meu caráter cristão, para hoje servi-lo verdadeiramente.

"Hélida, você é muito corajosa!", é o que mais tenho escutado nos últimos dias (rsrs), mas não é só coragem, é também decisão de fazer se cumprir aquilo para o que Deus me chamou e colocar em prática o IDE.

Viver verdadeiramente o que está escrito em Gálatas 2:20 - "Já estou crucificado e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim". Sem olhar o que ficou para atrás, sigo em frente para levar o amor de Cristo e para expandir o seu reino. Para que o mundo conheça a sua glória, cumprirei o chamado missionário.
#FaçaMissões #SeuReinoVem"

Seguem os dados da conta para doações:
HÉLIDA ELECTO
ITAÚ - Agência 5642 - C/C 15721-7

E-mail: helidaelecto@hotmail.com




Culto de fim de ano (31/12/2014) na Igreja Batista um Novo Tempo - Oração pelo envio da Hélida ao treinamento missionário

Que Deus possa abençoar à Hélida e a todos aqueles que se dispõe - indo, enviando, orando, contribuindo - a fazer Missões!

"Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria." 2 Coríntios 9:7


Extraído do blog parceiro: QUEM TEM SEDE VENHA

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário