quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

REVERENDO SUDANÊS É PRESO SEM ACUSAÇÃO


O serviço de inteligência do Sudão prendeu o Rev. David Yein Reith da Igreja Evangélica Presbiteriana do Sudão do Sul quando voltava de uma reunião de oração. Ele havia recebido uma ameaça por telefone dizendo que sua esposa e seu filho de 1 ano seriam presos caso ele não retornasse para a casa imediatamente.

A esposa do pastor implorava para os agentes o motivo e acusação de sua prisão e não recebeu resposta alguma. As autoridades estão se recusando aos familiares visitá-lo segundo as fontes do Morning Star News.

Segundo o artigo 77 da Lei de Ordem Pública no Sudão de 1991, a polícia tem amplos poderes para prender cristãos e qualquer pessoa que segundo eles "perturbam a ordem pública". Desde então, essa lei tem sido usada excessivamente com os cristãos que são discriminados e perseguidos nesse país que está em 6º lugar no ranking de países hostis aos cristianismo.

Já muitos casos de demolição de igrejas, ataques de autoridades aos cristãos, julgamento injustos e muitas violações de Direitos Humanos como no caso de Ibrahim que, por ser cristã, quase seria sentenciada a pena de morte se não fosse por pressão mundial.

Fonte: MS NEWS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário