domingo, 14 de dezembro de 2014

NIGÉRIA: MUÇULMANOS MATAM VIÚVA CRISTÃ ENQUANTO FAZIA OBRAS DE CARIDADE



A cristã nigeriana Jummai, de 63 anos, era viúva e dada as obras de assistência aos pobres, visitas aos enfermos nos hospitais, pregar as Escrituras e outras obras humanitárias aos mais desfavorecidos na Nigéria. É coisa bem comum as viúvas se apegarem fervorosamente nas obras de caridade.

Até que no 11 de dezembro essa rotina foi quebrada pelo grupo muçulmano terrorista Boko Haram (a educação ocidental é imoral) que tentam implantar a Sharia (ditadura islâmica) na Nigéria - um país bem dividido entre cristãos e muçulmanos com leve maioria cristã  que constituem 51,3% da população.

Enquanto ela esta perto do terminal de ônibus explodiu as bombas instalados pelos terroristas, porém ela sobreviveu. Logo após a explosão, num ação orquestrado, eles começaram a atirar nos civis da área tentando matar o máximo que conseguisse; nessas alvejadas Jummai foi atingida e dessa morreu. Até mesmo muçulmanos foram vítimas desses ataques, mas o alvo deles sempre são cristãos.

O Reverendo Musa Ishe disse que "os cristãos sempre viviam pacificamente com os muçulmanos da região " e lamenta a forma brutal que essa viúva morreu nas mão dos islâmicos. "Nós estamos perplexos que o Islã se tornou uma religião cujo os proponentes sentem prazer em matar cristãos sem provocação" disse o pastor.

O intuito de Boko Haram é usar a violência, o braço armado e o terror para desestabilizar o governo local defasando sua gestão. Claro que para todo o braço armado, há um braço político organizado e preparado para a tomada do poder.


Fonte: ESTRELA DA MANHÃ

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário