quarta-feira, 22 de outubro de 2014

FORÇA AÉREA DO SUDÃO MATA SEIS CRIANÇAS CATÓLICAS EM BOMBARDEIO


No dia 16 de outubro, a força aérea do Sudão lançaram bombas contra civis na montanha de Nuba entre eles seis crianças de famílias cristãs e outro gravemente ferido.

Nessa área não havia proteção militar porquê o governo está lutando contra rebeldes nessa área, por isso não havia monitoramento na montanha. As crianças atingidas eram de família católica; segundo as fontes as crianças mortas se chamavam: Anour Jafar de 8 anos, Sariya Jafar de 12 anos, Zahara Jafar de 14 anos e Aziza Jafar de 16 anos.

Segundo um voluntário a criança mais velha que não morreu sofreu ferimentos na cabeça, nos olhos, perdeu a visão e ainda se encontra em estado crítico.

Há muitos problemas de organização social no Sudão devido a sua separação com o Sudão do Sul desde 2011 como a questões de minorias étnicas e cristãos. O presidente sudanês Omar al-Bashir disse que após a divisão do Sudão dará atenção e auxílio exclusivamente aos da religião islâmica e da cultura árabe.

Claramente se trata de segregação racial e uma espécie de limpeza étnica declarado pelo ditador muçulmano que é refletido no descuido do governo nas assistência as minorias não árabes e cristãos. Nesse ano, em 29 de maio, houve um bombardeio destruiu a única organização humanitária - um orfanato na cidade de Kauda, além da casa de um outro cristão.


Fonte: MORNING STAR NEWS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário