quinta-feira, 12 de junho de 2014

INDONÉSIA: CATÓLICOS E PROTESTANTES ATACADOS POR MUÇULMANOS

                                              muçulmanos protestando contra construção de igreja

Assaltantes e vândalos provavelmente ligados ao Frente dos Defensores do Islã atacaram os fiéis da igreja de Saint Francis Agung Banteng enquanto faziam orações na casa de um irmão, quando o dono da casa tentou falar com os agressores, foi agredido violentamente. Como foi gravado, a polícia conseguiu prender três dos assaltantes.

Algumas hipóteses foram levantadas do porquê dessas ações intolerantes contra os cristãos, algumas delas estão associados à política, pois em julho haverá eleições presidenciais na Indonésia - maior país muçulmano do mundo.

Três dias depois uma igreja evangélica foi atacada. A Igreja Pentencostal El Shadday foi invadida durante o culto, ao qual, a polícia conseguiu chegar a tempo e impedir o vandalismo; no entanto algumas horas depois os mesmos voltaram em maior número atacando com pedras a igreja e a casa do pastor Nico Lomboan.

Segundo o pastor existe uma "desconfiança generalizada de que a igreja converterá as pessoas locais" e por isso existe essa tensão contra os cristãos.

Apesar de a Indonésia ter a maior população do mundo, havia muita liberdade e tolerância entre os religiosos; mas essa liberdade tem sido minguada desde a queda do governo Suharto desfeito em 1998. O sistema democrático mais maleável permitiu que grupos fundamentalistas muçulmanos oprimem as minorias religiosas, tantos cristãos de várias vertentes como até islâmicos de outra correntes mais alternativas.

Desde 2004 mais de 2.400 igrejas foram atacadas ou fechadas; os direitos à liberdade religiosa dos cristãos indonésios está muito limitada - eles representam 10% da população.

Fonte: WWM

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS    

Nenhum comentário:

Postar um comentário