quinta-feira, 26 de junho de 2014

EX-DRAGQUEEN - O TESTEMUNHO DE RAMON PEDRO


Me chamo Ramon Pedro Souza Oliveira, tenho 25 anos nasci em 20/10/1988 na cidade de Aimorés MG, fui criado em um pequeno município chamado Tabaúna, eu sempre fui uma criança muito diferente sempre quis estar a frente de tudo que envolvia arte, música na minha escola e desde então eu sofri muito porque vivia em uma sociedade pequena e que me descriminava muito pelo fato de gostar de coisas que não era comum um garoto gostar, meus amigos e colegas da escola sempre me apontavam como o gay, bichinha e outros termos que pré afirmava a minha sexualidade mesmo eu não tendo nem um desejo pelo mesmo sexo e até mesmo não tendo trejeitos eu sei hoje que essa pré afirmação era pelo simples fato de ser um levita nato, mas na época eu não entendia isso .

Com isso as meninas começaram a me enxergar como o Ramon gay e amigo. Mesmo assim tive algumas namoradinhas no colégio, porque mesmo eles afirmando eu não me sentia gay, eu não gostava de meninos, eu tinha desejos por mulheres e não por meninos, porém eles me enxergavam como o Ramon que dançava, cantava e não gostava de jogar bolas.

Eu não culpo meus amigos porque eu sei que fui vítima de uma sociedade carente onde o governo não se preocupa em abrir a mente dos seus alunos com coisas saudáveis como música, arte e outras atividades que ajudam no crescimento de uma criança como cidadã, meus amigos me enxergavam como o gay pelo simples fato de fazer coisas que não é normal qualquer criança fazer e me atingiram com essa seta que me acompanhou até esse ano.

Eu cresci e mesmo com o desejo por outras meninas começou a crescer em mim lembranças dos meus amigos me chamando de gay, gay, gay na escola e dentro de mim uma grande dúvida se eu realmente estava seguindo o caminho que deveria seguir estando com uma menina e não um menino. Eu tinha medo de ser infeliz, porque mesmo eu não me enxergando como gay em mim existiu essa dúvida por tantas afirmações!

Abri a porta para esse universo aos 15 anos, e a dúvida que tinha dentro de mim sumiu comecei achar normal ficar com homem o pecado não é ruim, eu passei a ter certeza sobre a minha sexualidade eu acabei gostando de estar com outro homem , ao ponto de eu ter caído de cabeça e assumido para toda a minha família. Achei que por esse caminho seria muito mais fácil, parecia que eu era realmente gay, que agora sim o mundo iria me aceitar, que eu ia ter a liberdade para ser quem eu era, (porém Deus ainda não tinha entrado na minha história), eu não tinha conhecimento da palavra, não sabia nem abrir a bíblia era apenas um adolescente que queria ser feliz.

Aos meus 18 anos saí de casa e comecei a trabalhar e fui viver a minha vida, eu comecei a mergulhar de cabeça na noite, luxuria, baladas, muitos amigos, tudo parecia ir muito bem.

Mas minha mãe tinha ficado na minha cidade e ela orava a Deus dizendo, Senhor meu filho disse que nasceu assim não leve o meu filho, não deixe que ele morra perdido nesse mundo eu creio que o Senhor pode fazer ele nascer de novo.

Comecei pela maconha, cocaína e LSD. Eu usava cocaína de segunda a segunda e LSD todos os finais de semana, começou a um buraco se abrir dentro de mim, onde eu só queria as drogas, ela literalmente te escraviza ao ponto de você viver para ela.

Fiquei 5 anos usando, visitava minha família a cada 2 vezes ao ano, chegava no domingo e voltava na segunda, eu tinha perdido o amor pela minha família, eu tinha já perdido o amor pela minha própria vida e não sabia.

Só que a vida toma rumos dentro da gente que só Deus sabe, minha irmã Soninha engravidou da Luíse e quando ela nasceu que eu a peguei no colo veio o primeiro choque de realidade e o Espírito Santo de Deus falou claramente ao meu coração, filho eu tenho uma geração para você aqui comigo e se você continuar nesse caminho você não vai ter isso na sua vida.

Esse sentimento de não ter uma família, doeu dentro do meu coração porque realmente por mais que eu tenta-se nem eu mesmo imaginava criando uma criança com outro homem e ela não tendo base de uma figura paterna e materna, isso não entrava na minha cabeça.

E comecei a meditar nisso sozinho, eu tinha um relacionamento com um rapaz e eu não disse nada desses sentimentos que começaram a existir dentro de mim.

As drogas já estavam me deixando debilitado, meu físico já estava respondendo aos efeitos desastrosos que ela causa, eu já pesava 56 kls, hoje tenho 74kls e um sentimento de arrependimento começou a tomar conta de mim, eu pensava que eu ia ser feliz com outro homem e isso é mentira, eu só vivia brigando, minha vida era balada e drogas, vivia perdido na noite, ficando com 1,2,3,4 caras em uma noite, tinha um relacionamento mas não me contentava em estar com ele e eu percebia que esse sentimento não era só meu, era coletivo praticamente a maioria dos meus amigos viviam a mesma vida.

A 2 anos atrás eu fui jantar com uma amiga e depois desse jantar fomos para uma casa noturna onde tomei 4 comprimidos de Êstase.

Eu estava cometendo um suicídio e não sabia, a cada vez que eu usava me dava vontade de usar mais e mais é uma alegria que vc compra e que ela pode talvez te custar a vida.

Fui para um hospital as dores no peito, braços, cabeça, e falta de ar já tomavam conta de mim, eu só pensava em 2 coisas, na minha mãe e meus irmãos. Eu comecei a me lembrar da minha infância, o Senhor começou a me mostrar como foi que tudo começou, e um pensamento tomava conta de mim dizendo, Filho não feche os seus olhos esse sono que você esta sentindo é da morte, preciso de você com vida.

Esse pensamento vinha na minha cabeça e eu me perguntava agora eu to morrendo mesmo, tem algo falando comigo, foi uma correria de médicos coma aparelhos e minha pressão muito alterada e eu tendo um princípio de infarto.

Amados, a vida ela pode passar pelas suas mãos e frações de segundos, quem já viu a morte sabe do que estou falando e quando você vê ela passando nas suas mãos bate uma vontade de viver tantas coisas que não foram vividas!

Eu não conseguia falar e comecei internamente a pedir a Deus para não me levar para me dar uma oportunidade foi quando entrou um Servo de Deus na sala do Hospital e me disse: Filho Deus me enviou aqui para te fazer uma pergunta ele quer escrever hoje o seu nome no livro da vida você, ele escutou o seu clamor e manda te dizer que esse livramento que você esta tendo é para você testemunhar e o nome dele será glorificado.

Nessa hora comecei a declarar com ele que aceitava a Jesus como o meu salvador e as dores, o efeito de toda a droga que estava no meu corpo foi sumindo e eu fui melhorando aos poucos até passar, os médicos disseram que eu fui um milagre, pq quem conhece a potência de uma droga como o êxtase sabe o quanto fatal pode ser quando tomado em excesso como foi o meu caso.

Mas eu gostava do pecado e da vida que eu levava, eu tinha um trabalho, tinha muitos amigos, tinha um relacionamento aparentemente perfeito, tinha tantas coisas que para servir aquele Deus eu teria que abrir mão. Eu tinha feito até ali as minhas escolhas na vida e elas estavam resultando em um grande arrependimento mas como voltar atrás?

Eu preferi continuar, fui levando a minha vida normalmente, levei como se fosse um susto o mal que eu passei, mas internamente algo me dizia fui eu quem te livrei, eu quem te dei uma nova oportunidade de estar vivo.

Só que o que eu não sabia era que o sobrenatural de Deus na minha vida já estava começando a se manifestar, eu comecei a orar, comecei a ler na bíblia sobre tudo o que Deus pensava quanto a vida que eu estava levando, comecei acreditar em Deus.

Quando eu li Romanos 1, as mascaras começaram a cair as palavras penetraram no meu estilo de vida, eu estava poluído de tantos sentimentos que se encontravam ali, principalmente quando se fala da questão da afeição natural eu me vi trânsvestido e me lembrei do porque eu me achava um caco quando retirava toda mascara de maquiagem do meu rosto, porque não era eu.

Passaram 2 anos, uma depressão tomou conta da minha vida, eu continuei usando drogas, e a frequentar todo tipo de festa, o que eu não queria era encarar a realidade da vida e do buraco em que eu tinha me enfiado, pelo simples fato de ser filho da desobediência, da ira e revolta de uma infância inteira.

Quando pela primeira vez dentro de uma festa eletrônica eu orei a Deus de todo o meu coração, fiz como diz em Isaías 58, clamei ao nome do Senhor em alta voz e disse:

Deus se o Senhor existe, entra de uma vez na minha vida e muda a minha história, eu me arrependo de ser quem eu sou, tenho me sentido fraco e não posso mais sozinho, se o senhor existe mesmo fala comigo nesse lugar.

Foi quando em alta voz eu comecei a gritar , literalmente com uma tonalidade de vós totalmente diferente da minha o Salmo 91 e as palavras que saiam da minha boca começaram a entrar no meu coração e o sobrenatural do Senhor sobre a minha vida se manifestou no cumprimento da sua palavra. “E conhecereis a verdade e elas vos libertará”.

Eu olhava para as pessoas e pensava meu Deus eu fiquei louco, essas pessoas vão falar que eu pirei, mas isso que saiu de dentro de mim foi algo sobrenatural o Senhor existe, escutou o meu pedido falou comigo e eu sei que foi o Senhor. Comecei a glorificar chorando e agradecendo a Deus por ter me tocado daquela maneira. Fui caminhando para dentro da festa era uma festa rave, aberta em um campo aberto, quando uma menina veio ao meu encontro e me disse, Ramon Deus manda te dizer que eu fui curada aos meus 12 anos de uma doença que minha família já avia perdido as esperanças e ele me curou você crê?

Eu fique simplesmente só chorando e impressionado com esse Deus que eu acabava de conhecer, que por uma fração de segundos falou comigo 2 vezes de formas poderosas e simples em um lugar onde as trevas estava reinando, pessoas perdidas, loucas, cheias de drogas.

E muitas outras coisas aconteceram depois desse dia até a minha conversão.

O que tenho a dizer com essa mensagem é!

Não espere a dor vir para você aceitar a Jesus, você pode estar muito feliz com tudo que esta na sua vida você pode nunca ter se envolvido com drogas e nem ter passado por nada que eu passei mas uma coisa eu te digo, o mesmo Deus que mudou a minha vida pode mudar a sua ele é o mesmo ontem, hoje e amanhã .

Ele não muda e existem ordens a serem cumpridas e estão escritas em um livro que também não muda!

Se convertam e sigam a Cristo Amém?

Um dia recebi uma profecia onde o pastor é daqueles que fala o número do seu CPF, RG, nome e sobre nome e confesso que fui até a igreja por curiosidade e até incredulidade. José Domingues estava pregando sobre Pedro, é uma história linda, quando no final da pregação depois de ter revelado muitas e muitas coisas ele me chamou a frente da igreja e disse: Você é Ramon? Eu respondi: Sim, sou.

Ele disse: Mas tem Pedro nesse negócio eu disse Sim, é meu sobrenome.

Ramon Pedro, no dia 20/10/1988 você nasceu, era uma madrugada e você então ali foi um milagre pois sua mãe estava entre a vida e a morte, o diabo já estava batalhando para que você não permanece-se em pé, até o dia de hoje faz 25 anos tantos meses, dias e horas que Deus vem te livrando e guardado a sua vida, como foi com Pedro nessa noite ele manda te dizer que te chama para ser pescador de almas.

Aqui estou.
Amados ELE é vivo, ELE é fiel, eu digo isso porque vi e senti a glória de DEUS até aqui na minha vida.

Nunca percam a fé que existe em seus corações, nos encontraremos todos na glória.
Telefone de contato caso alguém queira ajudar ao ministério de Ramon Pedro que está gravando seu primeiro CD e precisa de manter os custos desse trabalho que é para a obra do Senhor.o telefone é 0313391087980 TIM.

Graça e paz.


Extraído de sua página no facebook: EX-GAYS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

7 comentários:

  1. Muito bonito testemunho Ezequiel , tudo é possível néh...Parabéns pelo post. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Paz do Senhor Ezequial, seu blog é uma benção.
    Estarei lendo este testemunho hoje no meu programa de rádio
    com certeza edificará muitas vidas.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Não achou ninguém que quisesse te comer e resolveu apelar para uma religião que determina quem você é?

    ResponderExcluir
  4. Para o anônimo aí de cima! Não adianta você, o movimento gay e os gays espernearem e não gostarem: Os ex-gays vão continuar existindo. Hoje em dia,existem muitas pesquisas procurando uma causa biológica e até genética para a homossexualidade, mas poucas ou pouquíssimas pesquisas buscando traçar um perfil psicológico e de personalidade dos homossexuais. E quais são esses traços?
    Os traços são o seguinte: Baixa auto-estima,infantilidade,relações instáveis e de curta duração, altos indíces de promiscuidade sexual, com inúmeros parceiros sexuais, muitos sofrem de depressão,ansiedade e transtornos do humor, neuroticismo, paranoia,ciúmes nos relacionamentos,alguns foram abusados sexualmente e tiveram traumas de infância e além é claro de um narcisismo doentio.No último caso, quando alguém entra em um site gay e vê os comentários que são postados, muitos colocam assim: Na hora do sexo, eu sinto até prazer e gosto, mas depois eu sinto o vazio e a solidão dentro de mim! Outro diz assim: na hora do ato sexual, eu me sinto bem, mas depois eu me sinto angustiado e solitário!
    Pesquisas e mais pesquisas vão ser feitas e vão constatar o seguinte: Gays, travestis e transexuais sofrem tres vezes mais de depressão, ansiedade e transtorno de humor do que os homens heterossexuais. Solidão na velhice assusta os homossexuais! Homossexuais masculinos e femininos estao muito mais propensos ao abuso de drogas e ao alcoolismo do que homens heterossexuais.Todo mundo, os gays, os ex-gays e os evangélicos concordam que tudo isso é verdade e que não existe nenhuma mentira nisso! Porém o que não é dito são as razões desses índices serem mais altos em homossexuais do que no resto da população.Em nome do politicamente correto, isso é escondido das pessoas. E qual o motivo desses índices serem mais altos em homossexuais? O motivo é: A PROMISCUIDADE SEXUAL E AS INSTABILIDADES do meio gay E NÃO A HOMOFOBIA e o PRECONCEITO da sociedade! É bom que o anônimo aí de cima, que existem pessoas que JAMAIS, eu disse JAMAIS vão querer viver no instável e promíscuo meio gay, mesmo que a sociedade aceite e não discrimine o homossexual.Existem homens e mulheres que mesmo tendo atração pelo mesmo sexo vão querer formar uma família tradicional, tendo com isso filhos.
    O movimento gay quer passar para todo mundo a imagem de que os gays são todos felizes, que o único problema são as religiões, a homofobia e o preconceito da sociedade.Mas isso é uma meia verdade, tendo vista que a promiscuidade sexual e o elevado numero de parceiros sexuais é a maior causa dessas instabilidades.Eu diria que 70% dos problemas e instabilidades enfrentados pelos homossexuais na sociedade se deve a promiscuidade sexual e ao vazio do meio gay. A homofobia é a responsável por apenas 30% dos problemas dos gays.
    O "casamento" gay vai vir e apenas é uma questão de tempo.mas isso não vai adiantar nada e é apenas uma maneira de dourar a pilula. A maioria dos pares gays JAMAIS foram fieis e monogâmicos.Não foram fieis antes da aprovação do "casamento"gay nem depois do "casamento"gay. Na verdade, o "casamento"gay vai deixar os problemas desse meio mais explicitos. Mesmo os gays que tem parceiro fixo e os dois estao juntos há varios anos, por fora desse relacionamento, um dos homens da dupla tem inumeros parceiros sexuais. É muito dificil um gay ficar com um unico parceiro durante muito tempo.
    Se alguém procura uma igreja pedindo ajuda, a pessoa procura ajuda por livre e espontânea vontade. Acredito eu que a igreja não obriga ninguém a buscar ajuda. Busca ajuda quem quer.Vai a uma igreja quem quer.
    Um gay falar tudo isso pode e é permitido! Agora se um homem heterossexual e os evangélicos falarem das instabilidades e da promiscuidade do meio gay eles são taxados de homofóbicos!Mas e se um gay criticar a promiscuidade sexual do próprio meio gay e as instabilidades desse meio? O movimento gay diz que ele tem homofobia internalizada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  5. hauhauahuahuahuah q lixo!!!! bando de mentirada da porr...!!! rssss

    ResponderExcluir
  6. Para quem não teve coragem de se revelar. Entrega tua vida a Jesus, que você não vai viver no anonimato, terá coragem de expor seus pensamentos com respeito aos outros, e sabendo que Deus é Deus. Depois disto você terá um nome.

    ResponderExcluir