quinta-feira, 29 de maio de 2014

MARISA LOBO, A JUSTIÇA CEGA E A RECOMPENSA GARANTIDA



Ao ler a notícia abaixo fiquei perplexa. A justiça brasileira está cega e sua balança precisa ser aferida. Nossos magistrados tem que parar de fazer política e julgar de acordo com a lei. Em nome da liberdade de expressão, estão sendo parciais e transformando a opção gay em ditadura gay, permitindo que se ensine e incite a homossexualidade nas escolas, na televisão, influenciando as crianças e cerceando o direito dos psicólogos de tratar os que desejam deixar a prática.

Marisa Lobo é uma profissional competente. A crença que ela profere é direito seu - isso também faz parte da liberdade de expressão.

No consultório, caso procurada por um gay que mudou de idéia e deseja ajuda, ela usaria a própria psicologia para ajudá-lo a encontrar-se - ou não é para isso que se estuda?

À luz da justiça: Ser gay é uma opção, não uma doença. A pessoa tem direito de escolher. Se quiser ajuda para fazer o caminho inverso, ela é livre para isso. Querer ajuda também é opção, o psicólogo não é médico, portanto não é cura, é a ajuda - quando procurada pela própria pessoa que optou ser gay, a ajuda não pode ser negada, de outra forma o direito de liberdade de escolha estará sendo violado. 


Como bem observado pelo Pr. Ciro Zibordi:

A psicóloga Marisa Lobo tem sido perseguida, entre outras coisas, em razão de ter usado em sua conta do Twitter o binômio "Psicologia Cristã", mas ninguém fala nada de "Psicologia Espírita", usado há décadas por espíritas graduados em Psicologia. Isso que tem acontecido com a Marisa é perseguição religiosa e precisa ser denunciado. O curioso é que psicólogos estão proibidos pelo tal Conselho de Psicologia de ajudar homossexuais que tenham vontade de se tornar heterossexuais. Mas, se Daniela Mercury, depois de tanto tempo como heterossexual, resolveu tornar-se lésbica, por que um homossexual não pode buscar ajuda psicológica, caso tenha o desejo de se tornar ou voltar a ser um heterossexual?


Marisa: Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus MT 5.10


Eis a notícia:

Marisa Lobo tem registro de psicóloga cassado por demonstrar sua fé na internet


Psicóloga aguarda publicação no diário oficial do Conselho Federal de Psicologia
O Conselho Regional de Psicologia (CRP) do Paraná decidiu cassar o registro profissional da psicóloga cristã, Dra. Marisa Lobo, pré-candidata a deputada federal pelo Partido Social Cristão. O julgamento do Conselho de Ética por suposta quebra de ética profissional foi realizado na última sexta-feira (16).
Desde 2012 Marisa vem sendo intimada pelo CRP por não ter acatado a ordem de retirar de seus sites e redes sociais todo o conteúdo que vincule sua profissão a posicionamentos religiosos.
Marisa Lobo foi intimada após denúncias feitas por ativistas homossexuais e ateus que acusavam a profissional de ter usado o seu consultório para promover sua crença ou induzir convicções.
O site iGay, um dos mais influentes do país no segmento LGBT, convidou militantes, juristas, blogueiros e representantes da comunidade LGBT para apontar quem foram as pessoas que mais “dificultaram as conquistas pela igualdade de direitos em 2013”. O nome da psicóloga apareceu entre os 10 sugeridos pelo público.
Ao Gospel Prime Marisa Lobo informou que não houve chance de defesa e que “ninguém prestou atenção” quando o relator do caso falava a seu favor. “Ninguém pode ser cassado sem denuncia de paciente, mas eu posso porque sou cristã”, disse a psicóloga Marisa Lobo.
Cura Gay
Marisa Lobo enfrentou o Conselho Federal de Psicologia (CFP) ao participar de audiências públicas em favor do Projeto de Decreto Legislativo 234 que torna sem efeito parte do Artigo 3º e o Artigo 4ª da Resolução nº 1 do Conselho Federal de Psicologia.
O projeto foi apelidado pela imprensa de “Cura Gay”, por tentar reverter a invasão do CFP na relação psicólogo-paciente impedindo com que os profissionais tratem homossexuais que procurarem seus consultórios pedindo ajuda.
“Mesmo admitindo no relatório que eu não curei gay, ou ofereci tratamento, mesmo o relator afirmando que não foram encontradas provas de tal ato, ainda assim, me cassaram por eu dizer na mídia que conheço ex gay”, terminou.

Extraído do blog de Carla Ribas: VIVA BONS MOMENTOS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

3 comentários:

  1. Ah,senta lá Cláudia ......
    Ex-gay,Ex-lésbica...Quero ver omo a comunidade pentecostal e neo-pentecostal vai conseguir lidar com os ex-obreiros e ex-pastores ,pois depois de conseguir o que eles querem ;um misto de poder político social e é claro,o mais importante ,Econômico vão ser ex-pastores .
    Bjão para o recalque ,bitch !!

    ResponderExcluir
  2. Olá, obrigado por ter visitado meu cantinho, também gostei muito do seu blog e já estou seguindo, beijos
    blogmaisumlivronaestante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. 24 HORAS NO AR.Acesse agora! FONE: 555135721308 - http://tvbatistasiao.cng.br/ http://www.batistasiaobr.com/
    http://www.batistasiaobr.com/p/estudos-biblicos.html http://pt.justin.tv/tvbatistasiaosl http://www.ustream.tv/channel/tvbsiÃo

    ResponderExcluir