sexta-feira, 4 de abril de 2014

LIVRAI-NOS DO MAL!


"O Senhor me livrará de toda obra maligna e me levará salvo para o seu Reino celestial."

Muitas vezes, quando pedimos em nossas orações a Deus "livrai-nos do mal" tendemos a pensar sempre no nosso livramento físico, assim como o escape aos perigos da vida que nos trazem danos e prejuízos.

Também  ao considerarmos o pavor de uma morte repentina, inesperada e indesejada sempre procuramos nos proteger de forma que pudermos, por isso usamos a fé como maior recurso para alcançar o favor de Deus para o nosso auxílio - fugir da dor e dos contratempos da vida.

É frase corrente ouvir nos púlpitos do Brasil: "Crente que tem promessa não morre!", "Até o fio do seu cabelo Deus guardará" e coisas do gênero... frases sem respaldo bíblico-teológico algum - mantras para motivação a ponto de negar a própria realidade.


Esse provincianismo religioso de acharmos que Deus tem o dever de nos proteger é fruto de uma negação viciosa da realidade dos fatos ruins ocorridos com a igreja ao redor do mundo e de um narcisismo espiritual nocivo. 

Como negar a realidade dos milhares de cristãos que morrem por confessar Jesus nos países do Oriente Médio? Verdadeiros mártires modernos. Centenas e centenas de casos em que cristãos fiéis sofrem todo o tipo de tormento, injustiças e execuções unicamente por causa de sua devoção a Deus...e isso desde os tempos bíblicos! 

Então para que pedirmos a Deus para nos livrar do mal?

O sentido de vida para um verdadeiro cristão não está exclusivamente nas realizações terrenas (ainda que podem ser importantes) ou nos prazeres e confortos pessoais. Não nego que Deus proporciona isso ou que é bem mais preferível esse estado, mas negarmos que a vida é uma história cheia de altos e baixos é beirarmos à psicose!

Também não nego que Deus pode nos livrar de males físicos, perigos externos e riscos de morte. Todos testemunhos pra contar ou conhece pessoas que receberam grandes livramentos de Deus de forma espetacular... Sei que Deus age e intervem nas vidas das pessoas (segundo a Sua vontade). Mas não é interessante nos contradizer em colocar como doutrina absoluta que qualquer cristão não passará pelas mazelas da vida, ou que catástrofes não alcançam os cristãos, ou que doença é coisa do diabo e etc... A vida tem que ser vivida (sendo boa ou ruim) o crucial é passar tudo isso com Deus e não fugir mentalmente de futuros ou inexistentes problemas os quais podem resultar em decepções na fé.

Há um tipo de mal que não atentamos.

Se tem um coisa que nunca deveríamos esquecer de pedir a Deus que nos livre (claro, além do mal físico) é o mal moral e espiritual! Esse tem o poder de desviar o foco de um servo de Deus e até destinar onde passará a sua eternidade.

Muitos males podem mudar de várias maneiras o curso da vida e até mesmo tirá-la; mas o mal moral e espiritual podem tirar a maior riqueza do ser humano: a salvação! 

Que Deus nos livre sim do mal, mas peço que nos livre muito mais deste mal pernicioso, sutil e maléfico; do mal que é capaz de corroer sua comunhão com Deus, de remover seu nome do Livro da Vida e deixá-lo nas trevas por completo. 

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS


2 comentários:

  1. Gostei desse artigo, o Senhor continue te usando. Jesus é nosso Senhor

    ResponderExcluir
  2. Paz Ezequiel! Retribuindo a visita, muito bom esse post, realmente muitos dos cristão brasileiros vivem alienados da perseguição no oriente.
    A montagem (imagem) muito pertinente. Deus abençoe!
    Em Cristo,
    Flávio.

    ResponderExcluir