sexta-feira, 7 de março de 2014

UM OLHAR PARA A UCRÂNIA


Desde que mundo é mundo sempre os interesses de poucos surtiram consequências em muitos, que na sua quase totalidade sempre forma os inocentes e injustiçados no status quo da sua época. Hoje em dia não é diferente, leis que não representam a maioria da população são aprovados - descaracterizando a verdadeira democracia, a difusão da cultura de morte, banalização da vida e de tudo que foi consagrado para a existência de uma sociedade sadia-; o que está movendo o curso da História são ideologias utópicas e sanguinárias.

O povo ucraniano cansou de ser apenas um país satélite que sempre sobreviveu nas sombras da Rússia, cuja histórico de genocídio sempre passou desapercebido no Ocidente e impune por todo o mundo. 

O que se passou na Ucrânia (principalmente na morte de 100 pessoas em um só dia) nos protestos foi apenas uma fagulha do que são capazes de fazer os sistemas totalitários e ditatoriais ao redor do mundo e que chega ser aterrorizante a falta de discernimento e explicações corretas por parte das mídias mundiais.

É claro que por trás das cortinas desses processos históricos existe interesses, projetos ocultos e muita politicagem; então voltamos ao pensamento inicial de que a vida de grande parte da população mundial se encontram - ainda que não saibam - na dependência das decisões de poucos.



Que nunca possa se apagar qualquer chama esperançosa de um futuro sem controle de sociopatas e de plena liberdade, não a liberdade propagada por ideólogos coletivistas, mas a liberdade que tenta respirar por aparelhos nos países ainda democráticos... para haver prosperidade, crescimento e desenvolvimento humano é necessário apenas liberdade.

Deus salve a Ucrânia!

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário