sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

LEI "PAGAR PARA PREGAR"

                                        (bispos protestam no Quênia contra tributação em pregações)

As formas de coerção às expressões e proselitismo religioso podem variar: Em alguns países igrejas devem ser cadastradas (controle estatal) para atuarem, em outros lugares igrejas tem que tributar (imposto religioso) e agora no Quênia, estão querendo aprovar uma lei o qual as pregações fora das igrejas terão que ser cobradas.

O projeto está no âmbito nos debates mas já encontra oposição, protestos e com certeza, a discordância de muitas lideranças religiosas sobre essa maluquice de querer cobrar para falar em público.

"Os serviços prestados pela igreja para as pessoas são livres e tal imposição tributária irá afetar significativamente a propagação do evangelho" disse Charles Muchiri - padre da Igreja Católica de São Pedro.

Há quem defenda tal proposta com o argumento de que muitos clérigos usam de sua posição para exploração e ganhar dinheiro... Ah se essa moda pegasse para com os políticos!

Fonte em inglês: WWM

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

3 comentários:

  1. Vejo ai a perseguição,para que a igreja se cale.
    Deixo meu carinho, e um lindo final de semana.
    http://reginaladydapaz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo teu blog, excelente conteudo, que Deus continue te usando.

    ResponderExcluir
  3. Ezequiel, boa noite!

    Precisamos unir forçar para ajudar o Júlio Severo, ele voltou a ser ameaçado e pode perder o blog.
    Quando puder dá uma olhada?

    http://www.crtfoco.blogspot.com.br/2014/02/por-favor-leiam-e-repassem-e-muito.html

    http://juliosevero.blogspot.com.br/2014/02/caso-ariovaldo-ramos-ameaca-e.html

    http://juliosevero.blogspot.com.br/2014/02/caso-ariovaldo-ramos-ameaca-e.html

    Grato desde já!

    ResponderExcluir