sábado, 23 de novembro de 2013

O ÍMÃ PROFÉTICO


A declaração do Estado de Israel, em 14 de maio de 1948, desencadeou um massivo efeito magnético, atraindo de volta a sua própria terra todos os judeus congregados nas mais diversas localidades do globo terrestre.

A declaração desencadeou o aumento da perseguição dos judeus nos países antissemitas, conduzindo-os a um único destino, a terra de Israel. Muitos desses, regressaram de mãos vazias e com as roupas do corpo, salvando unicamente suas vidas, encontrando na terra de Israel sua própria segurança.

- 270.000 de Marrocos;
- 26.000 da Argélia;
- 54.000 da Tunísia;
- 37.000 da Líbia;
- 37.600 do Egito;
- 4.000 do Líbano;
- 9.500 da Síria;
- 150.000 do Iraque;
- 51.000 do Iêmen;
- 6.500 de Áden; e 
- 100.000 do Irã.

Com o retorno dos judeus vindos do Egito, do Líbano, da Síria e dos arredores para Israel, cumpriram-se as palavras proféticas de Ezequiel:
Dize-lhes, pois: Assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu tomarei os filhos de Israel de entre as nações para onde eles foram, e os congregarei de todas as partes, e os levarei para a sua própria terra (Ez 37.21, ARA).

Extraído do blog: CONTRASTE

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS 

Um comentário:

  1. Olá Ezequiel! Estou passando e te deixando um abraço de paz e um fim de semana abençoado por Deus! Seu blog está show!

    ResponderExcluir