domingo, 3 de novembro de 2013

DOIS PASTORES QUENIANOS SÃO EXECUTADOS


No Quênia, país de maioria cristã - 85% -, não há muitas colisões e problemas de desordens públicas por motivos religiosos; porém, depois da morte do líder muçulmano Ibrahim Rogo em um tiroteio, grande parte dos pastores começaram a receber mensagens de telefones com ameaças.

No fim de semana passado dois pastores foram mortos no sul do país, Charles Mathole - pastor da Igreja do Evangelho da Redenção - e Ibrahim Kithaka - pastor da Igrejas Pentecostais do Leste Africano.

O primeiro foi morto dentro da igreja; estava baleado e encontrado com a bíblia no colo; o outro foi encontrado também baleado no centro comercial local.

Apesar da maioridade cristã deste país, ultimamente tem se intensificado e crescido a simpatia pelo Islã, assim como, sua propagação em meio a juventude local. Também há grupos terroristas (o mais atuante lá é o grupo Al-Shabaab) que desejam que se ascenda a Sharia¹ nessa nação.

Fonte em inglês: WORLD WATCH MONITOR

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS 

¹ Lei baseada no Corão - livro sagrado dos muçulmanos

Nenhum comentário:

Postar um comentário