quarta-feira, 13 de novembro de 2013

CUBA E A LIBERDADE RELIGIOSA


O pastor cubano Mario Barroso expressa que o Partido Comunista age de forma sutil para angariar apoio dos líderes cristãos para seus intentos, que, como se sabe, devido o regime ditatorial e as consequências históricas, não são nada democráticas.

O pastor concedeu uma entrevista à Associação Nacional de Juristas Evangélicos - ANAJURE - e relatou a difícil situação dos cristãos nos 50 anos do regime opressor dos irmãos Castros. "Apesar das dificuldades os princípios do Reino de Deus se destacam nesse tipo de governo opressor." - disse o pastor.

O líder batista denuncia que a educação do país que é totalmente ideologizados e manuseados para semear o ateísmo e violência nas mentes das crianças, que muitos cristãos foram para campos de concentração. 

Ele também alerta a preocupação que o regime de Cuba tem em preservar sua imagem, por isso, são habilidosos na sua propaganda a ponto de enganarem e confundirem a muitos.

O sonho desse corajoso pastor é ver uma "Cuba democrática".

Leia a entrevista no site ANAJURE

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário