quinta-feira, 3 de outubro de 2013

NEILA MEDEIROS E A ZOOFILIA



Uma coisa é a redução da moral humana enquanto permanece no obscuro da sociedade, se alimentando da própria falta de atenção dos normais e vivendo no recôndito da civilização; outra coisa, é essa degradação permear em canais de informações, com pessoas letradas e que formam opiniões para milhões de pessoas.

Se havia um último estágio da perversão humana, esse está abaixo de zero. No programa SBT Notícias, apresentado pela jornalista Neila Medeiros houve uma matéria em que um senhor deseja casar com uma cabra; a matéria é levada de forma engraçada e como se fosse algo normal que não patológico e demência. Depois da matéria a apresentadora em meio aos comentários disse: " Se é amor, mesmo que sejam felizes". A cerimônia será realizada na igreja do Diabo em Jundiaí. 

Espero que ela tenha sido irônica o bastante para transparecer que estava falando normalmente diante das câmeras para todo o Brasil. Se for sério, pior que o comportamento abjeto do homem é a tamanha contribuição que ela faz para a desorientação e degradação coletiva da moral social - que já não está aquela coisa. 

Quando coisas fora da ordem natural, aberrantes e estarrecedores tomam forma de normalidades entre meios de comunicação de massa, representa um estágio alarmante de como se encontra as esferas populares de como está sendo interpretado o que é o ser humano.


“E, como eles, não se importaram de ter o conhecimento de Deus, ele os entregou a um sentimento pervertido, para fazerem coisas inconvenientes.” – Romanos 1:28.

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

2 comentários:

  1. loreanaap@ul.com.br19 de dezembro de 2013 20:22

    A Única coisa cabível a ser dita nua aberração desta é que realmente está chegando o final dos tempos e alguns cristão estão desapercebidos e despreparados para este momento. Parabéns Ezequiel pelo conteúdo do Blog, da Sinceridade e Zelo pelo qual você tem levado A Palavra de Deus com Seriedade.

    ResponderExcluir
  2. Olá Ezequiel. Devo dizer que me custa admitir mas vou ter de dar razão ao loreanaap@ul.com.br aqui acima. A "evolução" que estas aberrações tem tido nos últimos anos (15 a 20) foi enorme. E a propagação destas coisas tem tido um crescimento exponencial, na verdade é mesmo a questão do crescimento exponencial que mais me preocupa. Ou surge rapidamente um contra-movimento com meios políticos e poder (poder a serio) ou podemos contar com um "admirável mundo novo" para muito em breve.
    Mudando de assunto, eu não sei se vou falar mais consigo antes portanto desejo-lhe já um santo Natal.

    ResponderExcluir