quinta-feira, 19 de setembro de 2013

AS ENTRADAS DA ALMA



A complexidade do ser humano revela o "universo" que é o interior de cada indivíduo. Vemos hoje em dia, muitos casos de deformações no caráter das pessoas em que se desencadeia em doenças psicossomáticas a qual se pode resultar em tragédias como homicídio, surto psicótico, síndromes e complexos, suicídios ou tudo em uma mesma pessoa.

Nesses últimos dias parece que o anjo da morte rondou São Paulo agindo quase da mesma maneira: com muitos casos de morte em famílias inteiras, envenenamentos, homicídio a entes queridos seguido de suicídio; até parece que virou moda “acabar” com os problemas dessa maneira. Nota-se que a mistura de desproteção, insegurança, medo, orgulho por não gritar socorro e insatisfação com a vida chegam a tal ponto que o findar dela fica mais atraente do que a vontade de vencer ou de pelo menos tentar.

Muitos desses casos acontecem por que, desde o princípio as pessoas não estão sendo ensinadas a encarar a vida com tudo o que ela oferece – seja coisas boas ou más – não que seja errado alimentar imaginações de forma que exercita a criatividade; mas, fazer com que as utopias criadas na vastidão da mente de uma criança se tornem o objetivo primaz na vida, cria-se um sociopata em potencial cuja realidade do cotidiano tem que se submeter às fantasias mais lúgubres da sua mente.

Poucas pessoas entendem que nossas atitudes e comportamentos, ainda que pareça ad arbitrium¹, são construídas ou cultivadas ao longo da vida, com experiências históricas, com influências externas e com aprendizado. Por isso, quando há o choque dos anseios e temores existenciais com a cultura do imediatismo, do hedonismo e do pomposo termo “bem-sucedido” acontecem os absurdos que vemos nos noticiários.

É de suma importância, desde a infância  o ensino das administrações: Dos relacionamentos, dos objetivos e principalmente a das entradas da vida. É necessário que se crie desde a infância o hábito da vigilância em todos os sentidos; rejeitar o que mal e aceitar o bem, cultivar a serenidade e bons costumes e lutar contra possíveis vícios assim como pela exaltação da pureza e da sabedoria.


Resumindo, ensine o temor a Deus! Sua alma agradecerá ao ser ensinado o verdadeiro caminho em que deve andar; fazendo isso, as entradas da vida filtrará corretamente o que há de ser absorvido ou rejeitado, dará valor a essa curta peregrinação terrestre chamada vida e honrará a Deus que o deu.


" O mundo está fora de propósito, a não ser que quando olhamos através dele, nossos olhos não se fixem nele, mas no Deus que o criou." - Warfield (1851-1921).


EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

¹ No arbítrio, na sua própria decisão.

5 comentários:

  1. Prezado Ezequiel, Graça e paz da parte do nosso Deus! Excelente reflexão, Deus continue lhe usando poderosamente! Um grande abraço do amigo Pr. Peter Feguetti - http://prpeterfeguetti.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Ótima reflexão sobre a falência que tem dominado o inconsciente coletivo nos últimos dias.

    ResponderExcluir
  3. O texto é muito bom meu querido irmão Ezequiel, Wnnicotti fala que a mãe tem um papel importante na formação do caráter de seu filho desde a sua ligação no cordão umbilical, que a presença da mãe é indispensável. Porém esses filhos crescem e começam a ter sua próprias personalidades, uma frase que gosto muito de usar é: Sem a personalidade teremos apenas um conceito, e não é um conceito que nos define. Amei o texto parabéns

    http://pfaceafacecomdeus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Ezequiel,
    Ótima mensagem, você abordou a grande e triste realidade da nossa geração.. isso tudo demonstra que a vinda de Cristo está mais próxima do que imaginamos.. Que venhamos a cada dia nos firmar mais nos passos de Cristo e nos prepararmos para a vinda do Filho do Homem..!! Fica na Paz de Cristo..

    http://agape-amor-de-deus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. BOM DIA AMIGO!
    ***
    Eu sinto que cada um tem seus própios
    pensamentos. O que realmente salva e nos
    liberta ainda está na Inocência de ouvir
    e crer na palavra de Deus. O que vem acontecendo
    pelo mundo é só o cumprimento de sua palavra.
    E não está no homem o poder de mudar essas coisas.
    Só necessitamos das misericórdias de Deus,
    para ver e ouvir tudo isso e não esmorecer
    e nem sair de sua graça.
    ***
    Fica na paz do Senhor

    ResponderExcluir