sábado, 10 de agosto de 2013

O PERIGO DO "MEIO-TERMO"


"...Até quando coxeareis entre dois pensamentos?..."  1ª Reis 18:21

Grande é a dificuldade de moderar as posições a serem tomadas na vida; muitas circunstâncias requerem que tomamos posições extremas, outras mais moderadas, outras liberal, algumas pedem o bom senso; agora, a mais nociva das posições sempre foi e será ficar "em cima do muro".

A própria Palavra de Deus denota a necessidade de sermos firmes em nossas convicções diante de situações que exigem claras escolhas; e a bíblia sempre repugnou os indecisos ou decisões ambíguas:

"Seja porém o vosso falar: Sim, sim; não, não; porquê o que passa disso é procedência maligna." Mat. 5:37

"Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca." Apoc. 3:16 

"Nenhum servo pode servir a dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro..." Lc. 16:13

" ... e, vós de duplo ânimo, purificai os corações." Tg. 4:8

" ... Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas? Que harmonia há entre Cristo e Belial?..." 2ªCor. 6:14-15

Ficar sem partido nunca foi interessante pra ninguém; não tem como escolher um sem rejeitar o outro, aí cabe a conhecida frase: "Não dá para agradar gregos e troianos". Pode até haver misturas, ajustamentos aqui e ali; pois aí que mora o perigo...

A relativização
Quando se começa a frouxar os valores e crenças individuais - coisas adquiridas por toda experiência de vida, ensinamentos e pela própria consciência - com absoluta certeza desvirtua a percepção de mundo onde quase tudo pode ser aceito dependendo de "como se enxerga" esse tipo de percepção foi condenada pelo profeta Isaías:"Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!"Is. 5:20.

Em suma, o ser humano não é capaz de conviver com as relativizações; haja vista, submeter tudo o que é consolidado, experimentado ou absoluto aos seus sentimentos ou desejos fantasiosos; aliás crer em algo absoluto é uma blasfêmia para os relativistas; só que, fazendo isso já estão colocando algo como absoluto: "Seu coração"; muitos dizem que tem que seguir o que diz o coração e não ficar presos em dogmas; quanto a esse tipo de orientação (seguir o coração):"o coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo?." Jr. 17:9

A relativização é mais poderosa do que muitas armas e sistemas genocidas pois ela é a ponte para a perversão e degradação humana, exemplos:

  • Relativiza-se a vida humana e se fará aceitável a ideia de aborto, eutanásia¹ e o uso drogas.
  • Relativiza-se a fé e assim se estrangula toda a conjuntura de sua cosmovisão² colocando mais lacuna espiritual do que preenchendo.
  • Relativiza-se as leis, a ordem e o direito que assim se montará a anarquia.

Durante metade do século passado explodiu no Ocidente o relativismo trazido pelo movimento Nova Era, onde tudo era aceito em nome da pacificação e da harmonia natural, mas o que era objeto de aceitação nessa época, hoje é objeto de imposição ! Tanto é que hoje já não se fala muito desse sistema filosófico, mas seus efeitos estão aí na sociedade; todo o pensamento relativista dessa época moldou a mentalidade das gerações subsequentes, invertendo as realidades de tal forma que sem notar já estavam vivendo a "ditadura do relativismo" perfeitamente chamado pelo Papa Emérito Bento XVI; hoje, quem desejar ser ou expressar opiniões conservadoras e tradicionais em vários questões das vicissitudes³ atuais é rotulado como extremista, fundamentalista, radical, atrasado, fanático e etc...

Abismo atrás de abismo
Assim como o ser humano nunca será saciado se for desenfreado em seu desejos, da mesma forma um abismo nunca se contenta com sua profundidade; a partir do momento que o ser humano abre a porta do seu tesouro - juntamente onde se encontra o coração - para algo que desfoca da sua ordem natural, começa daí a cavar seu abismo que consequentemente chamará outros para contribuir em sua destruição moral: "Um abismo chama outro abismo..." Sl 42:7. Esse é o efeito do relativismo, de quem vive em cima do muro em suas questões...de quem não é firme em suas opiniões e usa o "meio-termo".

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS



¹ direito que ajuda a pacientes incuráveis e terminais a terem uma morte sem dores e sofrimentos matando indiretamente.
² visão de mundo.
³ mudanças ou diversidades de coisas que se sucedem; eventualidades.

3 comentários:

  1. EU NÃO DIGO SÓ NÓS CRENTES MAS TAMBÉM E PRINCIPALMEN TE A OUTRAS PESSOAS QUE NÃO SABE SE É CRENTE OU CATÓLICO, ESSES FDICAM SIM EM CIMA DO MURO SEM SABER PARA ONDE VAI, PARA UM LADO OU PARA I OUTRO LADO OU SE SEGUE A LINHA RETA.

    ResponderExcluir
  2. É isso mesmo. Notei isso nas minhas aulas de Sociologia do Direito, um discurso de total relativismo... Algo do tipo; "por mais que possamos entender como horrendo certas práticas tribais, como sacrifício de filhos e coisa tal, devemos entender que não existe a verdade absoluta, podendo ser terrível para nós, e totalmente aceitável e justificável para eles...". Enfim, devemos além de entender, mas também aceitar tal prática exercida naquele grupo. Concordo que devemos entender cada contexto, sim; porém, não devemos ser obrigados a aceitar. Creio que existem verdades absolutas, tal como a preservação da vida humana e a sua dignidade intrínseca.
    Nesta postagem também foi abordado um ponto em que meu professor de filosofia disse sobre os relativistas: "ao dizer que não existe uma verdade, já está se dizendo uma verdade. Tal pensamento se torna insustentável, irracional".
    Infelizmente, sob tal bandeira "relativista", estão desconstruindo toda uma cultura, costumes que foram construídos ao longo dos séculos. Está sendo construída uma desconstrução, por mais paradoxal que pareça ser.

    Deus tenha misericórdia de nós!
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. É por se afrouxar os valores e crenças individuais, que o mundo está sem rédeas. Muitos jovens não têm mais respeito, boas maneiras e bons costumes não existem mais. A liberdade virou libertinagem. As pessoas estão perdidas sem fé, sem amor a Deus, sem religião definida. Como um dos seus leitores frisou na postagem do Mensageiro da Paz, " Estão desconstruindo toda uma cultura. Costumes que foram construídos ao longo dos séculos, estão sendo desconstruído com a velocidade de um furacão". Que Jesus Cristo tenha piedade de nós e de nossas famílias.
    Também participo da Agenda dos Blogs e vim agradecer a sua visita lá no meu blog. Já estou te seguindo, seu blog é muito legal com posts cheios de muita verdade. Amei e voltarei sempre. Lá no meu vc será sempre bem vindo. Beijos e muito sucesso.

    ResponderExcluir