quinta-feira, 15 de agosto de 2013

LEI DA PALMADA: PAIS REFÉNS, FAMÍLIA SEM AUTORIDADE E A DESCONSTRUÇÃO DO RESPEITO


Desde 2010 tramita no Congresso, a lei que proíbe castigos físicos em crianças e adolescentes que ficou conhecido em todo o país como 'Lei da Palmada' esse tema tema já teve 14 debates acalorados nas últimas reuniões da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - CCJC.

Inicialmente, esse projeto foi proposto pela ONU e aprovada em 1989 e teve iniciação no Brasil com a deputada federal na época Maria do Rosário (PT-RS) em 2003; o número da PL é 2.654/2003.

Na visão deputado do federal Marcos Rogério (PDT), o projeto é uma ofensa ao regime e à Constituição; com suas palavras: "É uma ofensa ao pátrio poder. Ele pode desautorizar os pais no processo de educação de filhos, ao proibir qualquer tipo de castigo corporal que provoque dor ou constrangimento. Não se trata de castigos cruéis, mas de qualquer correção, inclusive aquelas de natureza cerceadora, mas o Código Penal já tem pena para homicídio, lesão corporal e maus tratos...

No entendimento da Associação Nacional de Juristas Evangélicos - ANAJURE - é mais um das tentativas do Estado na interferência na família retirando sua autoridade e respeito interno. O presidente da entidade notou que é o marxismo sendo implantado sorrateiramente, pois esse regime transfere à competência do Estado a educação dos filhos e deixando os pais em permanente suspeição. 

Perfeitamente observado pela ANAJURE. No sistema marxista não é o pai ou a mãe que tem autoridade e responsabilidade sobre o filho, é o Estado ! Por isso vão propondo leis que, quanto mais interfere na individualidade e aprofunda nas vida privada dos cidadãos, mais contribuem para a elevação desse regime ditatorial*. E não pensem os leitores que o intuito é necessariamente a proteção das crianças; mas sim, acolhimento e recrutação ideológica, nivelação (que nega as diferenças naturais) e ''subservientização''** de gerações vindouras... quem observa o nível da educação neste país sabe o que estou dizendo.

Em 2012, 94,6% dos cidadãos que ligaram para o Disque Câmara foram contra essa lei.

Fonte: ANAJURE


EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS


Relativo a ditadura.
** Palavra cunhada para designar o processo que transforma em subserviente; ou seja, serve à vontade de outrem.

2 comentários:

  1. Sou contra está lei!!!É claro que a criança de maneira nenhuma deve ser torturada, mas a correção com amor deve ser praticada pelos pais.
    Ezequiel, já estou te seguindo, e obrigada pela visita!!

    ResponderExcluir
  2. BOA NOITE AMIGO
    OBSERVAMOS ABSURDOS SENDO
    COMETIDOS CONTRA AS CRIANÇAS E NÃO EXISTE A JUSTIÇA.
    PASSEANDO E VISITANDO PARABÉNS.

    ResponderExcluir