quinta-feira, 22 de agosto de 2013

HORMUZ KOHARA: QUEIMAR IGREJAS É UM CRIME IMPERDOÁVEL


Hormuz Kohara, colunista no site iraquiano Ankawa disse que devido aos ataques da Irmandade Muçulmana em igrejas deveria ser chamado "terrorismo chama" : "Não se justifica em hipótese alguma (exceto no dicionário de terrorismo e fanatismo religioso) usar a religião para praticar atos criminosos. Isto é reconhecido pela mais alta autoridade islâmica no Egito e no mundo sunita."

Segundo o colunista, a Irmandade Muçulmana está saindo da verdadeira religião islâmica, e o seu patrocínio aos ataques, matança de pessoas inocentes, queima de igrejas, bibliotecas e patrimônios históricos  está sujando a imagem dos antigos e verdadeiros mártires dessa religião.

Hormuz diz também que os cristãos estão exatamente do lado oposto: Longe dos atos de violência, incitação ao crime e terrorismo e ainda assim estão dispostos a convidar para a paz. Na matéria ele lembra do crime hediondo que matou cinquenta fiéis na Igreja de Nossa Senhora da Salvação, em Bagdá; entre eles, mulheres e crianças inocentes.

Fonte em árabe: ANKAWA

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

3 comentários:

  1. Estamos vivendo os últimos dias, dias esses dolorosos, como já temos visto tantas coisas ruins, acho que é uma peneira, ao que vencer se´raa lhe dado a coroa da vida, aos demais apartai- vos pois não são conhecidos do Senhor, bom trabalho Ezequiel.
    Unidas Por Um Propósito: http://unidasporumproposito.blogspot.com.br/
    e Honrando O Chamado.http://honrandoochamado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá vim fazer uma visita e disser
    que não me esquecido do seu lindo blog.
    E sempre que der irei vim ver as novidades.
    beijos e tenha um fim de semana abençoado.
    Ateliê Ingrid Mimos

    ResponderExcluir
  3. Tudo é que radical não é bom.
    Eu entendo a cultura do islamismo, mas são radicais demais.
    A origem desta religião nada tem a ver com as práticas de hoje.
    Tudo precisa evoluir.
    Abraço.

    www.cchamun.blogspot.com.br

    ResponderExcluir