domingo, 14 de julho de 2013

EDUCAÇÃO ASSUSTAM EXTREMISTAS ISLÂMICOS



"Livros e canetas assustam os extremistas" Disse Malala Yousafzai à ONU no dia de seu 16º aniversário. A menina foi alvo do grupo terrorista islâmico Taliban com um tiro na cabeça dentro do ônibus que vinha da escola; o motivo era sua campanha pelos direitos das meninas, coisa inaceitável para os totalitaristas da jihad.

Malala virou símbolo da força feminina em meio a opressão machista e fundamentalista que permeia grande parte do Oriente Médio, ela está sendo uma candidata ao Nobel da Paz. Disse ela: " Eu desejo que a educação para todos os filhos e filhas dos extremistas e terroristas do Talibã."

Dentre os 28,5 milhões de crianças de países em baixa renda não recebem educação primária e um dado que causa indignação em qualquer ser humano é que 55% das meninas são vítimas de estupro e violência sexual de várias formas, quase todos os abusos são feitos pelos grupos armados.

Veja o post sobre : Casamento de crianças por muçulmanos

Assista o discurso na fonte em inglês: BBC

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

Um comentário:

  1. Olá irmão, realmente é triste esta situação, enquanto muitos lutam para estudar e ter os seus direitos, muitas pessoas que possuem esta oportunidade não o faz !
    Gostei muito do blog que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir