sábado, 18 de maio de 2013

ENTREVISTA: O MOVIMENTO MUNDIAL PRÓ-GAY E A ÉTICA CRISTÃ

                                                    Drº Williams Lane Craig

Williams Craig é um apologista de renome mundial considerado um dos maiores defensores da fé cristã tradicional no planeta; autor de mais de 30 livros, ele encabeçou a última Conferência Apologética do Canadá atendendo a críticos e cristãos em universidades em todo o país canadense.

Tal é a sua influência que o grande ativista ateu Richard Dawkins se recusou a um debate frente a frente sobre assuntos religiosos. O assunto homossexualidade está causando muita tensão e acalorados debates em todos ambientes intelectuais, principalmente depois que o Supremo Tribunal Federal de lá decidiu que a distribuição de panfletos anti-homossexuais é uma violação do Código de Direitos Humanos como discurso de ódio.

Ele concedeu uma entrevista sobre o assunto ao jornal e site Canadian Christianity:

" Drº Craig, o movimento pró-gay está saturando os fóruns políticos de todo mundo - o que isso representa para o cristianismo? 

O politicamente correto é dominante nestes debates. A mídia e Hollywood estão empenhados em colocar uma aparência feliz e agradável com este estilo de vida e realmente nos dão um vislumbre distorcido desta sub-cultura deixando de mostrar o valor destrutivo que é. Não é preciso muita leitura sobre o assunto para se familiarizar  com os fatos muito chocantes sobre os danos patológicos e emocional que estilo de vida envolve. As atitudes culturais para com o comportamento homossexual  passaram por mudanças radicais nos últimos anos de modo que hoje se alguém sustentar a visão bíblica discordando desse comportamento é considerado como uma pessoa má, fanática e intolerante. É um grande desafio para a igreja e infelizmente parece que ela está perdendo.

" Como isso pode ser prejudicial para a unidade da igreja e sua relação com a sociedade secular?

Poderia fraturar a igreja, porque há certos líderes e entidades cristãs que querem acomodar-se com a prática homossexual, porém os mais fiéis permanecerão com seus valores afirmando que a prática sexual segura deve ser reservado ao casamento heterossexual. Poderia dizer que, assim como a prática do sexo pré-marital foi amplamente aceita mudando a cultura na década de 50, assim agora a nossa cultura está suscetível a aceitar esse comportamento. Em ambos os casos, o cristão autêntico têm a dizer que são práticas erradas e que representa um declínio moral na cultura ocidental, que a ética bíblica para a sexualidade é somente monogâmica e hétera.

" Vamos direto ao assunto, pode-se ser um homossexual e cristão ao mesmo tempo?

Certamente que pode, sem sombra de dúvida. O que não se deve é ser um cristão confesso e um homossexual praticante. O que a bíblia proíbe é a atividade homossexual independente se é praticado por um hétero ou gay, tanto faz. Não é a orientação que importa, é o comportamento. A bíblia reserva a expressão sexual para laços do casamento heterossexual monogâmico e qualquer relação fora é pecado. Assim, uma pessoa pode ser homossexual e ser um fiel praticante, assim como uma pessoa pode ser um alcoólatra e ser um cristão praticante. O intuito é que, assim como um alcoólatra pode dizer em uma das nossas reuniões que é um alcoólatra, mas pela graça de Deus e pela força de Cristo não estou bebendo, então alguém poderia dizer que é um homossexual, mas pela vontade de Deus e pelo poder do Espírito Santo estou vivendo uma vida reta diante de Deus.

" Defensores pró-gay argumentam que isso é negar a certas pessoas o direito a um relacionamento amoroso e monogâmico, estão corretos?"

Em certo sentido, eu acho isso uma questão irrelevante. O cerne mesmo é sobre onde o certo e o errado vem. Se Deus não existe então eu não que haja um certo e errado absoluto; mas se existe um Deus, então ele determina o que é certo e errado. Então, se nós cremos em Deus, não podemos ignorar o que Deus pensa sobre o assunto.

" Você foi citado comparando as consequências físicas do comportamento homossexual com o de alguém que usa heroína. Você pode explicar essas observações?"

Mesmo alheio à revelação bíblica, creio que você pode dar argumentos que o comportamento é moralmente errado com base em princípios morais gerais que são quase universalmente aceitos. Exemplo, eu acho que seria amplamente aceito que é moralmente errado se envolver em comportamento auto-destrutivo assim como usar heroína ou se tornar um fumante inveterado; ou seja, você está destruindo a vida humana que é muito valioso para um comportamento auto-destrutivo e moralmente errado. É muito fácil mostrar que o estilo de vida homossexual é um dos estilos de vida mais destrutivos e perigosas que uma poderia adotar e é por isso  que eu digo que é tão perigoso como se tornar um viciado em heroína ou cigarro.
Estudos recentes mostram que homossexuais têm um risco muito maior de sofrer de problemas psiquiátricos do que os heterossexuais. Vemos maiores taxas de suicídio, depressão, bulimia, transtorno de personalidade anti-social,  abuso de substâncias e uma expectativa de vida menor do que aquelas em relacionamentos heterossexuais. Então pensar que este é um estilo de vida totalmente alegre sem pensar nas consequências é uma fantasia.

" Que conselho você daria para os cristãos que tentam lidar com essa questão de uma maneira amorosa e humilde?"

Fazendo a diferença entre a orientação e a atividade é realmente importante; isso significa que você pode amar e aceitar essa pessoa, independente de sua orientação ou que acha de certo e errado a respeito de seu comportamento. Desta forma, você vê que heterossexuais solteiros que se envolvem em relações sexuais pré-nupciais estão fazendo algo tão errado quanto a prática homossexual e eu não penso que assim as pessoas iriam pensar que eu tenho um tipo de ódio ou  preconceito,o que é um absurdo.

Fonte em inglês: CANADIAN CHRISTIANITY

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS


Nenhum comentário:

Postar um comentário