domingo, 21 de abril de 2013

CONVERTA-SE OU MORRA !

NinaOshana, morta em um ataque na Syria

Com a situação anárquica em que se encontra a Síria, tem se fomentado pelas forças islâmicas internacionais, muitas perseguições contra opositores ideológicos e religiosos, em especial os pró-Assad e cristãos. Assim como no Egito e Iraque, na Síria tem se sustendado uma campanha de violência contra cristãos, os jihadistas alegam que eles são pró-Assad ou que são vítimas acidentais; no entanto, testemunhas e refugiados alegam que "basta ser cristão e será considerado um alvo".

Grande é o impasse dos cristãos na Síria: Se converterem ao islã pela ordem dos extremistas e apoiar a revolução sangrenta no país contribuindo para Sharia, ou resistir entregando suas cabeças para os guerrilheiros.

No Alcorão capítulo 9 verso 29 diz: "Lutar contra aqueles que não creem em Deus, nem no Último Dia, nem apoiar as proibições de Deus e seu Mensageiro, nem reconhecer a religião verdadeira, até que paguem o Jizya (imposto pago por não-muçulmano) com submissão voluntária, sejam subjugados."

Essa é apenas uma das centenas de mandamentos num país onde é estabelecido a Sharia, sem contar a liquidação gradativa de infiéis por múltiplos motivos; é isso que querem estabelecer na Síria. Ainda que o regime de Bashar Al Assad era uma ditadura, havia certa tolerância religiosa entre cristãos ortodoxos, maronitas, católicos romanos, protestantes, muçulmanos alauítas (o qual pertence Assad) e alguns wahabistas além de outras minorias; porém, se houver a ascensão dessa enganosamente chamado "regime democrático islâmico" a coisa vai com absoluta certeza piorar; história semelhante aconteceu na Tunísia, Egito e Líbia; é a uniformização do Estado Teocrático Islamita em todos países alcançados/conquistados pela espada de Maomé.


EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

2 comentários:

  1. Olaaa, a votação ja está rolando, Boa sorte ^^

    http://www.facebook.com/photo.php?fbid=244259805714006&set=a.235667039906616.1073741828.235653459907974&type=1&theater

    ResponderExcluir
  2. É triste, irmão!
    Eles dizem que é a religião verdadeira, mas foi imposta através da violência e não da paz como o Cristianismo fundado por nosso CRISTO JESUS. Eles matam dentro desses países cujos governos são islâmicos e a religião dominante é o Islã. Meu ex professor muçulmano afirmou que nesses países os muçulmanos são de paz e os cristãos - grupos pequenos - são os que , em outras palavras, causam as brigas, é um absurdo! Mas, é com mentiras do tipo que eles tem tentado ganhar o mundo, imagina se a religião chega ao Brasil.
    Mas, oremos para que DEUS O Eterno abra os olhos deles, pois estão cegos com seu alcorão e suas suras que na verdade só falam de violência e ódio.
    Ah, parabéns pelo seu blog, irmão, gostei e vou voltar!

    ResponderExcluir