sábado, 28 de dezembro de 2013

GUERRA NÃO DECLARADA CONTRA OS CRISTÃOS


Enfim, está acabando o ano de 2013 e como último post deixo o vídeo de um dos 100 homens mais influenciáveis do mundo segundo o Times. É o vídeo do senador republicano Rand Paul que denuncia veementemente a perseguição anticristã generalizada em diversos países do mundo...não! não se trata de perseguição moral, verbal ou cultural - ainda que tenha - mas sim, de perseguição física e terrorista à centenas de cristãos cuja a defesa e proteção está precária.

Corajosamente Rand Paul fala contra a ajuda que Barack Obama dá para terroristas islâmicos, sua alienação para com o perigo iminente de ataques contra os EUA e o genocídio cristão encobertada por toda a mídia ocidental. Também relata sua opinião de que a América não deveria dar nenhum dólar a países que perseguem e matam indiscriminadamente cristãos e outras minorias religiosas.

Sendo o assunto motriz desse blog, nada como um vídeo desse no último post do ano. Graças à Deus que existem pessoas lúcidas na política que colocam a boca no trombone e não se rendem ao politicamente correto falando a verdade custem o que custar!

A todos os leitores e visitantes do mundo inteiro que passam por esse humilde e recatado blog desejo sinceros votos de alegria, paz e que o amor de Deus repouse sobre todas as famílias.

Á todos, paz em Cristo e bom fim de ano.


EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

DIA DE NATAL: 37 CRISTÃOS ASSASSINADOS NO IRAQUE

                                                       IGREJA DE NOSSA SENHORA DO SAGRADO CORAÇÃO - BAGDÁ

Perto da igreja de Bagdá um carro-bomba mata 26 pessoas e durante o dia de Natal, outra bomba mata 11 em um bairro cristão.

A embaixada americana no Iraque condenou os ataques. Nenhum grupo terrorista se pronunciou ou assumiu a autoria do atentado apesar de haver suspeita de que seja a Al-Qaeda.

De acordo com as estimativas das Nações Unidas, mais de 8.000 pessoas foram mortas esse ano no Iraque. Os cristãos iraquianos tentam agora frequentar igrejas com medidas de segurança como barricadas e coisas deste tipo.

No dia em que se fazem muita menção de Jesus; para muitos considerado uma festa popular religiosa; os terroristas aproveitam para fazerem seus ataques... O que aconteceria se apenas um cristão entrar pacificamente no Ramadã?

Fonte em inglês: ASSYRIAN INTERNATIONAL NEWS AGENCY

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

PALAVRAS DE UM EX-ATEU


Por que a política não pode ser redentora?

O cristianismo, que é uma religião hegemônica no Ocidente, fala do pecador, de sua busca e de seu conflito interior. É uma espiritualidade riquíssima, pouco conhecida por causa do estrago feito pelo secularismo extremado. Ao lado de sua vocação repressora institucional, o cristianismo reconhece que o homem é fraco, é frágil. As redenções políticas não têm isso. Esse é um aspecto do pensamento de esquerda que eu acho brega. Essa visão do homem sem responsabilidade moral. O mal está sempre na classe social, na relação econômica, na opressão do poder. Na visão medieval, é a graça de Deus que redime o mundo. É um conceito complexo e fugidio. Não se sabe se alguém é capaz de ganhar a graça por seus próprios méritos, ou se é Deus na sua perfeição que concede a graça. Em qualquer hipótese, a graça não depende de um movimento positivo de um grupo. Na redenção política, é sempre o coletivo, o grupo, que assume o papel de redentor. O grupo, como a história do século 20 nos mostrou, é sempre opressivo.

Em que o cristianismo é superior ao pensamento de esquerda?

Pegue a ideia de santidade. Ninguém, em nenhuma teologia da tradição cristã – nem da judaica ou islâmica –, pode dizer-se santo. Nunca. Isso na verdade vem desde Aristóteles: ninguém pode enunciar a própria virtude. A virtude de um homem é anunciada pelos outros homens. Na tradição católica – o protestantismo não tem santos –, o santo é sempre alguém que, o tempo todo, reconhece o mal em si mesmo. O clero da esquerda, ao contrário, é movido por um sentimento de pureza. Considera sempre o outro como o porco capitalista, o burguês. Ele próprio não. Ele está salvo, porque reclica lixo, porque vota no PT, ou em algum partido que se acha mais puro ainda, como o PSOL, até porque o PT já está meio melado. Não há contradição interior na moral esquerdista. As pessoas se autointitulam santas e ficam indignadas com o mal do outro.

Quando o cristianismo cruza o pensamento de esquerda, como no caso da Teologia da Libertação, a humildade se perde?

Sim. Eu vejo isso empiricamente em colegas da Teologia da Libertação. Eles se acham puros. Tecnicamente, a Teologia da Libertação é, por um lado, uma fiel herdeira da tradição cristã. Ela vem da crítica social que está nos profetas de Israel, no Antigo Testamento. Esses profetas falam mal do rei, mas em idealizar o povo. O cristianismo é descendente principalmente desse viés do judaísmo.

Também o cristianismo nasceu questionando a estrutura social. Até aqui, isso não me parece um erro teológico. Só que a Teologia da Libertação toma como ferramenta o marxismo, e isso sim é um erro. Um cristão que recorre a Marx, ou a Nietzsche – a quem admiro –, é como uma criança que entra na jaula do leão e faz bilu-bilu na cara dele. É natural que a Teologia da Libertação, no Brasil, tenha evoluído para Leonardo Boff, que já não tem nada de cristão. Boff evoluiu para um certo paganismo Nova Era – e já nem é marxista tampouco. A Teologia da Libertação é ruim de marketing. É como já se disse: enquanto a Teologia da Libertação fez a opção pelo pobre, o pobre fez a opção pelo pentecostalismo.

O senhor acredita em Deus?

Sim. Mas já fui ateu por muito tempo. Quando digo que acredito em Deus, é porque acho essa uma das hipóteses mais elegantes em relação, por exemplo, à origem do universo. Não é que eu rejeite o acaso ou a violência implícitos no darwinismo – pelo contrário. Mas considero que o conceito de Deus na tradição ocidental é, em termos filosóficos, muito sofisticado. Lembro-me sempre de algo que o escritor inglês Chesterton dizia: não há problema em não acreditar em Deus; o problema é que quem deixa de acreditar em Deus começa a acreditar em qualquer outra bobagem, seja na história, na ciência ou sem si mesmo, que é a coisa mais brega de todas. Só alguém muito alienado pode acreditar em si mesmo. Minha posição teológica não é óbvia e confunde muito as pessoas. Opero no debate público assumindo os riscos do niilista. Quase nunca lanço a hipótese de Deus no debate moral, filosófico ou político. Do ponto de vista político, a importância que vejo na religião é outra. Para mim, ela é uma fonte de hábitos morais, e historicamente oferece resistência à tendência do Estado moderno de querer fazer a cura das almas, como se dizia na Idade Média – querer se meter na vida moral das pessoas.

Por que o senhor deixou de ser ateu?

Comecei a achar o ateísmo aborrecido, do ponto de vista filosófico. A hipótese de Deus bíblico, na qual estamos ligados a um enredo e um drama morais muito maiores do que o átomo, me atraiu. Sou basicamente pessimista, cético, descrente, quase na fronteira da melancolia. Mas tenho sorte sem merecê-la. Percebo uma certa beleza, uma certa misericórdia no mundo, que não consigo deduzir a partir dos seres humanos, tampouco de mim mesmo. Tenho a clara sensação de que às vezes acontecem milagres. Só encontro isso na tradição teológica.


Entrevista publicada pela Veja em 13 de julho : RESPOSTAS AO ATEÍSMO

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS


FINDANDO O "ANO MORTAL" PARA OS CRISTÃOS PAQUISTANESES

                                                   memorial dos ataques em Peshawar

Após um ano turbulento, violento e de morticínio por parte de muçulmanos contra os cristãos paquistaneses, essa corajosa minoria - que representa 2,4% da população (4,5 milhões) - desejam celebrar o natal mesmo em meio à inseguranças e ansiedades.

Nos últimos anos a segurança do Paquistão deteriorou, principalmente quando começaram a surgirem ataques suicidas contra igrejas cristãs. 

                                                       carnificina na igreja All Saints Church 

Está virando senso comum no Paquistão associar qualquer coisa pejorativa e inferior às coisas cristãs - o que reflete no cotidiano das pessoas -, lá os cristãos não podem ter bons empregos, bons serviços públicos, facilidade de acesso em estabelecimentos comerciais e etc; pior ainda com a lei de blasfêmia nesse país.

Diz o ativista cristão Romana Bashir : "Nós amamos celebrar o Natal, as pessoas querem ir à igreja, mas estão todos inseguros pois estão conscientes do perigo. O Estado não consegue controlar os ataques suicidas, e o que podemos fazer? Apenas rezar."

Diz também um ativista que não quis ser identificado: "Os militantes podem fazer qualquer coisa; o governo não faz nada. Eles têm total impunidade."

Diz um pregador que não quis ser identificado: "É uma ideologia agora ver os muçulmanos como superior, enquanto o resto são pagãos, infiéis e pessoas impuras. Esses são alvo de discursos de ódio e são demonizados aos olhos dos muçulmanos moderados."

Contudo, descobriu-se através de Bashir e Arif que, mesmo com um ano conturbado para os cristãos, houve não pouca solidariedade por parte de alguns muçulmanos... nem tudo está perdido!

Ver também: 100 CASAS DE CRISTÃOS SÃO QUEIMADOS NO PAQUISTÃO
Ver também: PERSEGUIÇÃO ELEVADO CONTRA CRISTÃO NO PAQUISTÃO
Ver também: CASAL CATÓLICO PODE RECEBER PENA DE MORTE NO PAQUISTÃO

Nesse ano, além da Síria, o Paquistão é o país onde mais se acentuou a perseguição anticristã ferrenha e declaradamente.

Fonte: WORLD WATCH MONITOR

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

FUNDAMENTALISMO SOB A SOMBRA DA DEMOCRACIA


A maioria dos muçulmanos que vivem na Europa colocam a Sharia acima das leis locais; cada vez está subindo o nível de fundamentalismo por partes dos islamitas no velho mundo. As políticas de esquerda que diz respeito ao multiculturalismo está dando asas para o fortalecimento do Califado Mundial - a dominação de maior parte possível do mundo.

Segundo estudos, 65% dos muçulmanos entrevistados dizem que a lei islâmica é mais importante do que as leis locais. 75% dizem que só há uma interpretação legítima do Alcorão e que deveriam ser aplicados a todos os muçulmanos. 

A unidade dos muçulmanos ultrapassam fronteiras: 60% dos islamitas rejeitam os homossexuais como amigos e 45% deles dizem que os judeus não são dignos de confiança. 

Os pró-islâmicos ajudam com as propagandas acusando erroneamente os europeus de "islamofóbicos" enquanto a realidade é inversa... enquanto 54% dos muçulmanos acreditam que o Ocidente quer destruir o islã; o que é incorreto - criminalizar atos de terrorismos, decapitações e genocídio contra minorias não é anti-islã e sim anti-terror.

Essa islamização da Europa e EUA tem grande força devido ao fato que essa religião se transformou em ideologia, movimento social e projeto político para se alastrar em outras nações e mudar o status quo. Em tempos que a democracia respira por aparelhos, paulatinamente esse esquema de poder religioso e ditatorial estende seus tentáculos por toda a terra.

Fonte em inglês: GATESTONE INSTITUTE

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS   

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

LUTANDO CONTRA FANTASMAS INEXISTENTES



O Brasil é um país que luta contra uma homofobia inexistente; com esse jogo político, fazem leis que favorecem minorias, amordaça cultura religiosas e denigrem totalmente a democracia e liberdades de opinião. Criminalizam os evangélicos e católicos de promoverem a o preconceito e a violência; no entanto, nenhum homossexual foi morto por religiosos e sim, por próprios homossexuais.


Há uma frenesi constante por lobby político e por ativistas feministas para aprovarem o aborto com argumentos de "Meu corpo, minhas regras", "direitos da mulher" e contra "sociedade machista". Interessante que essa pressão vêm não das mulheres brasileiras, mas sim, de fundações internacionais que estão acima da soberania brasileira. O Brasil sendo esmagadoramente contra o aborto não é representado por pessoas que recebem rios de dinheiro para implantar a "cultura da morte" no Brasil.


Somente no Brasil - país onde não tem um partido de direita (engana-se que o PSDB é de direita) - dizem haver "extrema direita" quando há algum denúncia ou opinião desfavorável rolando na imprensa e grande mídia. Logicamente impossível com a hegemonia de esquerda e toda cultura e representantes conservadores sufocados haver ao menos uma 'direita nacional'... quanto mais grupos de "extrema direita".


É comum nas universidades, jornais e escolas a difusão de uma ideia de "imperialismo yanque'' como se os americanos estivesse dominando todo o cenário brasileiro... quanto mais em épocas de denúncias de espionagem americano. É verdade que há muitos casos de espionagem americana; mas, por que somente os americanos são denunciados e nada se fala da KGB (hoje FSB) russa que ultrapassa em números de agentes, de projetos e todo aparato de inteligência? Reclama-se de imperialismo por estar defasando as liberdades e soberania brasileira, no entanto os próprios brasileiros (aliás toda a esquerda) entregando o Brasil à entidade comunista chamado Foro de São Paulo, que por tabela, será subserviente a ditadura cubana. 

Todo o jogo de linguagens, falsificação da história e doutrinação aos incautos são mecanismos de inverter a realidade das coisas fazendo a cabeça de um povo sem cultura que, terá ideias mirabolante na cabeça; lutando contra problemas irreais, contra entes inexistentes e por causas impossíveis.

E o que acontecerá com os discordantes? Serão taxados de alienados ou de todos os estereótipos malignos para desmoralizar a imagem de quem emite opinião que "vão contra a corrente". Essa inversão de realidades começa nos discursos dos movimentos sociais que por sua vez, são dirigidos por mentores, engenheiros sociais e políticos a serviço de interesse espúrios os quais só sobrevivem e se desenvolvem através da mentira.

Existe outras mentiras com aspectos de verdade que paira e circula entre os brasileiros. Esse provinicianismo pobre está matando a capacidade analítica dos brasileiros diante da realidade concreta dos fatos e fenômenos mundiais... um povo altamente manipulável e suscetível a qualquer tipo de regime autocrático e totalitário.

É o caos da mentira, o império da hipnose coletiva e os últimos estágio de um país que nunca saiu da colonização e que hoje sobrevive com uma falsa democracia.

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

EXTERMINANDO CRISTÃOS NA NIGÉRIA


A vida dos cristãos tornou-se insuportável na Nigéria - país em que cristãos representam 51,3% enquanto os muçulmanos representam 45% -, grupos extremistas fazem de tudo desafiando leis, a polícia e todas as instituições para implantar a Sharia no país... nem que seja necessário liquidar todos os "infiéis".

Vários ataques no sudeste da Nigéria contra agricultores cristãos deslocou 10.000 pessoas segundo os líderes cristãos locais.

Em outubro 34 cristãos foram mortos por um grupo extremista chamado Fulani: Alguns desses tiveram suas casas e igrejas invadidas e saqueadas.

No dia 2 e 3 de junho, 45 cristãos foram mortos por grupos extremistas islâmicos.

Em 29 de setembro, 13 cristãos foram mortos na cidade de Agatu... no início do culto!

Em 09 de novembro, muçulmanos armados mataram 25 cristãos em sete aldeias.

Devido a uma série de atentados contra aldeias e igrejas cristãs, cerca de 6.000 cristãos fugiram para salvar suas vidas nos estados de Apa e em Obagaji.

Além da matança de cristãos na Nigéria, há centenas de casos de pessoas incendiadas, igrejas destruídas, famílias expulsas das suas casas e aldeias. É um projeto violento de muçulmanos para diminuir o povo cristão da Nigéria; o banho de sangue não está despertando nenhum orgão de mídia no Ocidente - o que é deprimente.

"Se faz necessário invocar o auxílio de Deus diante dos frequentes ataques por muçulmanos contra comunidades cristãs" - Disse um líder cristão.

Fonte em inglês: MORNING STAR NEWS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS




domingo, 15 de dezembro de 2013

GOVERNO LOCAL DE BAGDÁ ERGUE ÁRVORE DE NATAL EM SOLIDARIEDADE AOS CRISTÃOS


Nas margens do Rio Tigre, o governo de Bagdá percebendo a triste situação dos cristãos no Iraque - perseguições, fugas e mortes -, decidiu através de seu Comitê Cultural tenta mostrar solidariedade para com essa minoria do país erguendo esse símbolo (pra eles) de lembrança da fé cristã.

Há mais de uma década extremistas islâmicos matam cristãos nesse país; de 2 milhões, hoje não passam de 300.000 que vivem no Iraque.

Fonte em italiano: ÁSIA NEWS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

FORO DE SÃO PAULO IMPÕE A DILMA QUE PETROBRÁS, EM QUEDA DE BOLSA, CONTRATE 35 ENGENHEIROS VENEZUELANOS


Balaio de gato da esquerda com narcoterroristas na América Latina, o Foro de São Paulo dará sua contribuição para alimentar a crise na Petrobrás – cujas ações despencam na Bolsa. Por ordem do FSP, a “estatal” brasileira deve contratar 35 engenheiros venezuelanos. Tratado em sigilo no Palácio do Planalto pela turma de Marco Aurélio Garcia com a Presidenta Dilma Rousseff, o assunto vazou ontem entre investidores da Petrobras. E suspeita-se que os "venezuelanos", na verdade, sejam "cubanos"...

Curiosamente, a contratação de engenheiros venezuelanos é cogitada no momento em que a Petrobras coloca na pauta de sua Assembleia Geral Extraordinária, no próximo dia 16, a detonação de uma fracassada parceria com a Venezuela. A AGE da empresa vai aprovar a incorporação da Refinaria Abreu e Lima S.A (RNEST) pela Petrobras, com a sua consequente extinção, sem aumento do capital social da “estatal de economia mista”. A refinaria pernambucana foi um projeto alardeado pelo ex-presidente Lula da Silva, em sociedade com a PDVSA do falecido Hugo Chávez, que nunca colocou um centavo no negócio fracassado.

Ainda não se sabe a posição pública da engenheira Maria das Graças Foster, presidente da Petrobrás, sobre a polêmica intenção de importar profissionais venezuelanos egressos da PDVSA, a estatal de petróleo da Venezuela. O objetivo do Foro de São Paulo é ter membros de sua confiança em postos estratégicos do governo brasileiro. O escancarado aparelhamento da máquina estatal é uma velha tática Capimunista. Trata-se de um movimento parecido com recente contratação de médicos cubanos. Só vai soar estranho usar o falso argumento de que “os estrangeiros vão atuar em áreas que os engenheiros daqui preferem não trabalhar”

A proposta de importar engenheiros venezuelanos, certamente, vai gerar protestos da corporativa Associação de Engenheiros da Petrobras (AEPET), cujo presidente, engenheiro Silvio Sinedino, ocupa uma vaga de representante dos empregados no Conselho de Administração da empresa. Quem também deve protestar pesado contra a contratação de engenheiros venezuelanos é José Tadeu da Silva, presidente do Conselho Federal de Engenharia e Arquitetura (CONFEA).

Fora a dispensável especulação sobre a contratação de engenheiros venezuelanos, vazada por investidores insatisfeitos, a Petrobras volta a ter problemas concretos em seus papeis. O mercado ficou frustrado com a reunião de sexta-feira passada do Conselhão da empresa, presidido pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Além de não ter sido confirmado o tão decantado sistema de ajuste de preços de combustíveis, a alta do diesel e da gasolina foi considerada baixa demais. Por isso as ações da empresa tiveram ontem uma desvalorização tão alta, atingindo as menores cotações desde 4 de setembro. As PN caíram 9,2%, para R$ 17,36, e as ON recuaram 10,37%, para R$ 16,42.

É neste clima de insatisfação do mercado que o Palácio do Planalto e a direção da Petrobrás podem esperar surpresas desagradáveis na AGE de 16 de dezembro, às 15 horas, no Rio de Janeiro. Investidores ameaçam entrar com processos judiciais contra diretores da empresa e membros de seu conselho de administração, responsabilizando-os por prejuízos. Os três alvos de reclamação são: a refinaria Abreu e Lima, a refinaria de Passadena (uma aquisição classificada de lesiva por superfaturamento no preço), e a cisão parcial da Petrobras International Finance Company S.A – a PFICO.

A AGE também precisará ratificar a incorporação da Companhia de Recuperação Secundária (CRSec) na Petrobras, também sem aumento do capital social da “estatal”. A CRSec cuidava da locação de bens à Petrobras, destinados aos campos de Pargo, Congro, Garoupa, Cherne e Carapeba, localizados na Bacia de Campos. Investidores também pretendem questionar problemas de gestão na CRSec.

Base legal para entrar na Justiça não falta aos investidores que se sentem lesados. Conforme o Art. 23 do Estatuto Social da Petrobras, os membros do Conselho de Administração e da Diretoria Executiva responderão, nos termos do art. 158, da Lei nº 6.404, de 1976, individual e solidariamente, pelos atos que praticarem e pelos prejuízos que deles decorram para a Companhia.

Em seu Art. 28, o Estatuto estipula que ao Conselho de Administração compete: fiscalizar a gestão dos Diretores; avaliar resultados de desempenho; aprovar a transferência da titularidade de ativos da Companhia, inclusive contratos de concessão e autorizações para refino de petróleo, processamento de gás natural, transporte, importação e exportação de petróleo, seus derivados e gás natural. E, em seu Art. 29, o Estatuto determina: compete “privativamente” ao Conselho de Administração deliberar sobre as participações em sociedades controladas ou coligadas.

É alto o risco que investidores questionem quais são os reais motivos para a Petrobras mexer na RNEST, CRSec e, principalmente, na PFICO. Os questionamentos podem lançar mais dúvidas sobre a qualidade da Governança Corporativa da empresa na gestão do ex-presidente José Sérgio Gabrielli – afilhado do Presidentro Luiz Inácio Lula da Silva – que agora enfrenta dificuldades para que o PT o indique para disputar o Governo do Estado da Bahia, na sucessão a Jaques Wagner.
É por isso que o tempo fica cada vez mais fechado para o lado da Petrobras – empresa que, claramente, sofre influência direta de seu acionista majoritário (a União, que aqui no Brasil se confunde com quem aparelha a máquina do governo).
EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

sábado, 14 de dezembro de 2013

APRENDENDO A MORRER


" Salvai-vos desta geração perversa." - Atos 2:40.

Muitos dos nossos instintos - creio que a maioria deles -, se assemelha a dos animais; uma delas podemos mencionar: Rejeitar a dor e buscar o prazer! Nada de errado até aí. Mas quando poderemos saber quando tal prazer é benéfico, maléfico ou um empecilho na sua relação com o Eterno? Ou quando a questão de viver para Deus exige uma certa amputação moral ou comportamental que implica dores?

Penso eu, e muitas outras pessoas, que o sentido da vida - devido a porção diferente que Deus concede a cada um -, não se resume na mera felicidade terrena, no prazer em si, visto que a eternidade transcende tudo o que é de glamouroso nesta peregrinação; o que faz da realidade maior a vida futura no lugar desejado por nós cristãos - A Nova Jerusalém.

Sendo o 'logos' da vida não a satisfação apenas do Eu, buscamos, de forma excessiva a retidão e a excelência das virtudes que agradam não somente aos homens de boa vontade, mas a Deus que nos criou. Por isso, foge a conexão prazer-alegria, dor-sofrimento, paz-tranquilidade e morte-desespero... isso somente para o homem espiritual e os inclinados à busca da Verdade.

Somente com o auxílio/interferência de Deus na vida humana, mediante a iluminação do Espírito Santo que o prazer e alegria pode penetrar nos lugares mais ocultos e menos trabalhado nos recônditos do homem por situações que normalmente não geram essas reações e sentimentos.

Nisso é explicável e plausível o porquê de sentirmos prazer em sofrer pelo nome de Jesus,  sofrendo ao lutar contra nossas sombras e pecados pra agradar a Deus, pela esperança de nos revestir da incorruptibilidade prometida aos salvos em Cristo... eis o grande abismo de separação, grande e invisível, que nos separa dos animais! a consciência de que somos capazes de andar contra amaré desta geração perversa...perversidade tal que não sabemos quem é animal e quem imagem e semelhança de Deus!

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS 

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

CAOS INTERRELIGIOSO NA REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA


Em Bangui, capital da República Centro-Africana está havendo conflitos civis que vão se explicitando como de caráter interreligioso. Muita violência e mortes de inocentes mostram a gravidade da situação no país.

Muitos cristãos foram mortos por grupos muçulmanos extremistas chamada "Seleka" de cunho religioso e político que não só matam cristãos e animistas como saqueiam suas casas, estupram mulheres cristãs. Está de tal modo violento o caos social que a população sendo maioria cristã e animistas formaram um grupo de defesa chamada Anti-Balaka e atacaram os muçulmanos subvergentes.

Aproximadamente já houve 700 mortos, entre eles, três pastores: Raymond Doui da Igreja Batista e tinha 11 filhos, Eliseu Zamada da Igreja Evangélica dos Irmãos e tinha 5 filhos e Jean-Louis Makamba da Igreja ELIM e tinha 9 filhos. Suas famílias fugiram e permanecem em êxodo.

Os números são alarmantes, pois além desses mortos na guerra civil religiosa, há também os feridos que morrem nos hospitais, muitos abatidos em suas casas ou são sequestrados e executados... está havendo um verdadeiro genocídio na República Centro-Africana. 

Assim como na Síria, usam e abusam do pretexto da agitação nacional para executar opositores de cunho religioso, o qual mantém a característica de intolerância religiosa e martirizações.

Fonte em inglês: WORLD WATCH MONITOR

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

TARTARISTÃO: ISLÂMICOS SÃO PRESOS POR QUEIMAREM IGREJAS ORTODOXAS



Tartaristão é uma República de maioria muçulmana e que pertence a Federação Russa. 

Algumas igrejas foram incendiadas por grupo muçulmanos extremistas. Normalmente esse lugar não tem problemas com conflitos interreligiosos. Até existem seitas islâmicas que pregam a tolerância  com outras religiões, isso são casos de grupos isolados; os agentes desse terror foram presos pela polícia russa.

Fonte em italiano: ÁSIA NEWS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

ORAÇÃO COM OBJETIVIDADE


Considerando a Onisciência do nosso Deus, os seus planos específicos com cada um e o seu relacionamento com o ser individual não é necessário varinhas de condão, mantras, ladainhas e rituais para que haja comunhão com Ele: Antes que palavra saia da nossa boca Deus já sabe de tudo.

Às vezes podemos nos desleixar aos hábitos de repetir os pedidos, os agradecimentos, o modo com que adoramos a Deus particularmente, talvez tenhamos esses vícios, todavia sabemos que a verdadeira oração é um coração contrito e quebrantado... Essas Deus não desprezará.

Não sei existe uma dificuldade em fazer o que pedem “converse com Deus assim como você conversa com se amigo”; eu não preciso de fé para falar com alguém que vejo, não necessito do Espírito Santo pra conversar com os meus colegas. Pode ser isso a diferença que pode trazer um pequeno laço que nos faça cair até mesmo nas malditas repetições... Não as repetições litúrgicas promovidas por religiões ritualísticas, mas repetições inconscientes, que, por nos fazermos sentir bem acabamos por fazer.

Não falo para outras religiões e com seus deuses, mas digo aos que se relacionam com um Deus pessoal e Onipresente, que pode se envolver com qualquer um em qualquer lugar e momento. A experiência de orar fervorosamente não elimina nossa capacidade de pensar e raciocinar; digo por mim próprio, pois sempre orei em meu favor, da minha família e da minha igreja. Hoje com as informações globalizadas nossos pensamentos e conhecimentos de fatos vagueiam longe... Assim como o alcance nos pedidos e nas intercessões a Deus Pai.

Uma coisa é um cristão primitivo suplicar somente a respeito de seus anseios, sendo a divulgação de notícias muito devagar e degradante, seu campo de visão e atuação fica limitada nas suas particularidades como na sua aldeia, na sua cidadela e assim vai.

Também uma coisa é o cristão medieval que talvez já tinha um acesso relativamente maior a informação pois o cavalo era muito mais usado e certos tipos de correios eram utilizados já naquela época, também tinha o alcance da administração da Igreja Católica; sendo assim, havia  um pouco mais de interação com o mundo e os seus acontecimentos.

Agora, outra coisa, é o cristão de hoje. Só ficará desinformado e alienado se desejar; o mundo está praticamente com a universalização dos meios de informação e comunicação. Graças a internet sabemos até mesmo em tempo real o que se passa no outro lado do mundo; com isso, sabemos que se passa com nossos irmãos em Cristo em lugares remotos, onde o evangelho é hostilizado e perseguido.

Nossa esfera de atuação está praticamente globalizada; qualquer observador consegue dar um panorama mundial dos acontecimentos e todo seu desenrolar. Com todo esse aparato e conforto de nos informar facilmente cresce também a nossa responsabilidade espiritual e individual conforme a consciência de cada um diante de Deus e dos homens quanto à oração, intercessão, preocupação com o Corpo de Cristo ao redor mundo.

Farei agora somente as minhas palavras e todos os meus pensamentos quanto isso. Não sei se é devido eu ser muito refletivo, ter uma memória mais ou menos boa e absorver facilmente imagens impactantes, que agora  não consigo orar e considero um tanto pretensioso orar pela minha vida financeira que logo me vem as cenas dos cristãos no Oriente Médio tendo suas cabeças arrancadas com uma pequena navalha; ainda que faço isso, mergulho nas reflexões durante oração quando agradeço a Deus pelo pão de cada dia enquanto milhares dos Seus servos estão campos de concentração no regime comunista da Coreia do Norte.

Penso bastante quando às vezes O agradeço pela paz que me rodeia enquanto cristãos chineses estão sendo presos injustamente, cristãos marroquinos sofrendo ataques dos terroristas Boko-Haram, os fieis paquistaneses sofre muita pressão cultural devido a lei de blasfêmia por lá. Ao ajoelhar e agradecer a Deus pela vida que me deu, rapidamente me lembro que Ele permite o martírio de um cristão a cada 5 minutos.

Entendo que Deus dá provações para as devidas pessoas que possam suportar, compreendo que Ele dá a porção que quiser na vida de quem desejar, sei que Deus respeita nossas valorações que são tão diferentes dos que estão assassinados em nome da fé    e do nosso espaço o qual nos foi designado para viver e atuar em pró do Reino. Mas penso quão são preciosa essas vidas ao redor do mundo que anonimamente sofrem pelo evangelho e glorificam a Deus no derramar de seu sangue em meio aos gritos selvagens de Allahu-Akbar!

Minhas orações têm sido abalizadas, filtradas e mais objetivas; seja em súplicas, em adorações e ações de graças. Nas minhas orações faço menção das famílias de cristãos que ainda sobrevivem nessa guerra não oficializada contra os seguidores de Jesus Cristo, o máximo que posso fazer por enquanto é apresentar diante do trono da graça esses irmãos que não estão amando a própria vida em busca da vindoura!

"Ao qual resisti firmes na fé: sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo." - 1ª Pedro 5:8


EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

AGRESSÕES LGBT E A NOBREZA DOS JOVENS CATÓLICOS


Ativistas gays, lébicas e abortistas se manifestaram de forma animalesca contra jovens que tentavam impedir os ativistas de danificarem e badernarem a igreja; eles protestavam contra a "imposição à sociedade e impedir a liberação do aborto."

Os devotos fizeram uma corrente em frente a igreja e ficaram rezando enquanto os intolerantes e fundamentalistas fizeram toda sorte de desrespeito, agressões sem nenhum pudor contra os mesmos. Essa é o tipo de democracia e direitos que esses querem: Impondo as suas opiniões e coagindo os discordantes aparado pelas ongs e pelo governo antidemocrático.

É realmente admirável a reação desses católicos em meio a pressão desses nefastos idiotas úteis que estão claramente à serviço do socialismo ao proclamarem: "A América Latina será toda socialista!" Estão esses realmente lutando por interesses de sua classe ou são meros ''gados'' aparelhados ideologicamente?

Parabéns a esses jovens que são exemplos de personalidade com suas convicções religiosas e as defenderam em meio às agressões, que talvez, grande parte de nós não suportaríamos e perderíamos a linha...São cenas primitivas! Há nudez, carícias acintosas e aliciamento contra os religiosos em frente a imprensa; é bom para que todos vejam a repugnância do movimento e a situação catastrófica na Argentina.



Fonte: AMIGO DE CRISTO

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

CHE GUEVARA, O RACISTA


"A sociedade está prestes a presenciar  uma revolução silenciosa, a que deve ser submetida e da qual não deve haver notícia alguma acerca da realidade humana tal qual o terremoto faz com relação às casas, ante ao seu terrível poder de destruição. As classes e as raças, fracas demais para dominar as novas condições de vida, devem ser submetidas à dominação." - Karl Marx, New York Daile Tribune 1853

Em 1952, em comentários a propósito da população de origem africana na Venezuela, Guevara expressa o que pensa sobre os negros:

" Os negros, mesmo os magníficos exemplares da raça africana que mantiveram sua pureza racial graças ao pouco apego que tem ao banho, viram seu território invadido por um novo tipo de escravo: O português[...] O desprezo e a pobreza os unem na luta cotidiana, mas o modo diferente de encarar a vida os separa completamente; o negro indolente e sonhador gasta seu dinheirinho em qualquer frivolidade ou diversão, ao passo que o europeu tem uma tradição de trabalho e economia." - Castaneda, 2006 pág.75

Após chegar na Costa Rica, escreveu o que se segue: "Fiquei do lado de fora com Socorro, uma negrita que eu tinha arranjado, com 16 anos no lombo e mais p**ta do que uma galinha." - Anderson, 1997 - pág.143

Numa entrevista radiofônica concedida logo após seu retorno a Havana, Che Guevara fornecia uma boa pista do que os negros e mulatos cubanos deveriam esperar da sua futura ilha. Um proeminente empresário cubano chamado Luis Pons, que por acaso era negro, perguntou, pois, a Che quais eram os planos da revolução para a ''população de cor": "Nós faremos por negros e mulatos exatamente o que eles fizeram pela revolução", rebateu Guevara. "Ou seja: Nada". - Fontova, 2009, pág.241

Veja citações de Che Guevara que a esquerda nunca irá mencionar:

1. “Louco de fúria, mancharei de vermelho meu rifle estraçalhando qualquer inimigo que caia em minha mãos! Com a morte de meus inimigos preparo meu ser para a sagrada luta, e juntar-me-ei ao proletariado triunfante com um berro bestial!”

2. “O ódio cego contra o inimigo cria um impulso forte que quebra as fronteiras de naturais das limitações humanas, transformando o soldado em uma eficaz máquina de matar, seletiva e fria. Um povo sem ódio não pode triunfar contra o adversário. “

3. “Para mandar homens para o pelotão de fuzilamento, não é necessário nenhuma prova judicial … Estes procedimentos são um detalhe arcaico burguês. Esta é uma revolução!”

4. “Um revolucionário deve se tornar uma fria máquina de matar motivado pelo puro ódio. Nós temos que criar a pedagogia do Paredão!” (O Paredão é uma referência para a parede onde os inimigos de Che eram mortos por seus pelotões de fuzilamento).

5. “Eu não sou o Cristo ou um filantropo, velha senhora, eu sou totalmente o contrário de um Cristo … eu luto pelas coisas em que acredito, com todas as armas à minha disposição e tento deixar o outro homem morto, de modo que eu não seja pregado numa cruz ou qualquer outro lugar.“

6 . “Se qualquer pessoa tem qualquer coisa boa para dizer sobre o governo anterior, para mim é bom o suficiente matá-la.”

7. Che queria que o resultado da crise dos mísseis em Cuba fosse uma guerra atômica. “O que nós afirmamos é que devemos proceder ao longo do caminho da libertação, mesmo que isso custe milhões de vítimas atômicas”.

8. “Na verdade, se o próprio Cristo estivesse no meu caminho eu, como Nietzsche, não hesitaria em esmagá-lo como um verme.”

9. “Deixe-me dizer, correndo o risco de parecer ridículo, que o verdadeiro revolucionário é guiado por grandes sentimentos de amor.”

10. “É muito triste não ter amigos, mas é ainda mais triste não ter inimigos."

Esse é o terrorista, criminoso e sanguinário mais amado do Brasil ! É triste ver como a desonestidade intelectual e falsidade histórica pode assassinar culturalmente toda uma geração.



Extraído dos blogs: GRAÇA NO PAÍS DAS MARAVILHAS e  SHOGUNIDADES

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

domingo, 8 de dezembro de 2013

DEFINIÇÕES PARA 'MARTÍRIO'



O Cristianismo pode ser um compromisso mortal. Houve o Dia Internacional de Oração pela Igreja Perseguida, uma ocasião que recorda aos cristãos que muitos de seus irmãos sofrem ou morrem ao redor do mundo devido a sua fé. Mas quantos?

A BBC publicou um artigo explorando a controvérsia sobre os dramaticamente grande número de mártires cristãos publicados pelo Centro para Estudo do Cristianismo Global do Seminário Teológico Gordon-Conwell. De acordo com o centro, mais de 100.000 cristãos são martirizados a cada ano.

Muitas vezes chegam relatórios nos escritórios dos departamentos de liberdade religiosa com números as vezes alto demais e em casos que não aparenta uma situação de perseguição religisa puramente dita.

Tudo depende de como se define "martírio".

O instituto que abriga os principais estudiosos do mundo em demografia cristã define martírio como "crentes em Cristo que perderam suas vidas prematuramente, em situações de testemunha, como resultado da hostilidade humana".

A definição parece bastante simples, mas o número anual de mártires cristãos irão variar de centenas a centenas de milhares, dependendo de como nós interpretamos "situações de testemunho." A instituição é bem clara quanto ao uso de ''uma definição ampla".

Esta definição vai muito além de mortes, no contexto da confissão pública sobre a fé pessoal em Jesus. Vai no estilo de toda a vida do crente assassinado. Mesmo que um assassino não tem como alvo os cristãos por causa da fé em si, mas podem ser contadas como mártires devido suas ações que denotam seu testemunho de fé.

Devido a essas definições, um mártir não é apenas um santo solitário atacado por leões em um coliseu ou um reformador queimado na fogueira. Muitos mártires são pessoas comuns porém corajosas e com compromisso extraordinário.

É muito bom o reconhecimento de todos aqueles que sofreram de uma ou outra forma por causa da fé devido à expansão da definição de martírio; mas também, pode haver um pouco de injustiça para com aqueles que verdadeiramente morreram unicamente por causa de sua crença em detrimento de outros que são mortos em guerras civis ou em tensões sociais causados a divergências de opinião.

No entanto, sabemos que no âmbito espiritual as situações podem ser tanto uma quanto outra: Nero usou de estratégias para matar muitos cristãos, esses martirizados, representavam ameaças ao Império devido seu rápido e visível crescimento e no entanto foram martirizados. Muitos cristãos foram torturados e mortos nos regimes comunistas - mulheres estupradas, crianças tinham suas unhas arrancadas com alicates e pastores enterrados vivos por serem cristãos - mas se analisarmos a fundo, a perseguição tinha toda uma conotação político-ideológico para por último se transformar sociologicamente em perseguição antirreligiosa.

É necessário o uso e emprego correto das palavras e definições para não sacrificar a realidade em torno de um alarmismo fastidioso; mas também é necessário a atenção devido as muitas artimanhas do diabo que sempre lutou contra a Igreja de Cristo usando dos movimentos históricos como instrumentos sanguinários para dizimar os servos de Deus que tanto são as "pedras" no seu casco.

" Todos os que quiserem viver piedosamente em Cristo Jesus, sofrerão perseguição." - 2ª Tm 3:12

Texto em partes extraído e em parte inspirado na fonte: RNS

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

23 CRISTÃOS SÃO PRESOS NA CHINA

                   


No Leste da China 23 membros de uma igreja doméstica foram presos sem qualquer acusação, sem notificação nem avisos às suas respectivas famílias.

Outros quatro líderes cristãos estão presos: Zhang Shaojie, Zhao Guoli, Wu Guishan e Zhang Cuixia; não se sabe o paradeiro desses. Interessante é que essa igreja é sancionada pelo Estado (em países de regime comunista, as igrejas têm que serem registradas para atuarem "livremente"); é até "normal" haver repressões em igrejas não cadastradas, mas igrejas legais é de estranhar.

Se já não bastasse, até os advogados estão sendo impedidos de agirem em favor desses. A liberdade de crença religiosa é garantida pelo artigo 36º da Constituição chinesa; porém, somente para igrejas reconhecidas pelo Estado, ou seja, não há liberdade alguma.

Em países desse tipo de regime a Constituição de nada vale, somente os interesses do "Partido" que está acima da lei, moral, natureza e até Divindade. 

Uma alerta para os cristão brasileiros: O partido que nos governa é simpatizante desse tipo de regime; ainda que não declarados, suas atuações e agendas políticas são idênticos a cada vez que avança.

Fonte em inglês: WORLD WIDE MONITOR

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS


domingo, 1 de dezembro de 2013

UM CHAMADO À JIHAD GLOBAL E AO GOVERNO ISLÂMICO MUNDIAL


Cada vez mais a Europa está se 'islamizando' e seus jovens cada vez mais ativistas em pró da "causa" Allah. Existe redes de recrutamento para guerrilheiros muçulmanos no continente europeu que usa de ideologias políticas e discursos religiosos extremistas sem qualquer pudor.

Inglaterra, França, Bélgica e Espanha já contém em seus governos locais grande lobby islâmico com grande apoio dos líderes espirituais dessa religião, agora, a Alemanha está entre os países marcado pra receber chuvas de influência árabe-muçulmano.

No vídeo linkado no fim do post mostra um alemão convertido ao islã e pertencente a uma organização associado a Al Qaeda chamado "Da'ash" exortando aos muçulmanos alemães se juntarem na guerra da Síria em favor dos rebeldes e também lutarem pelo Califado que pretende governar o mundo.

A guerra na Síria já tem 120.000 mortos, incluindo 11.000 crianças e 2,2 milhões de refugiados.

O vídeo pode ser visto neste site: ASSYRIAN INTERNATIONAL NEWS AGENCY

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

BANGLADESH: CRISTÃOS SOB PRESSÃO


Em Bangladesh, que tem 154 milhões de habitantes, 90% de muçulmanos, 9% de hindus e 1% de cristãos e budistas está havendo forte pressão para evitar atividades cristãs a 100 km da capital Dhaka. 

Um grupo de 25 cristãos estavam tentando construir uma igreja quando foram impedidos até a autoridade local com 200 islamitas ordenaram o cancelamento da construção, no dia seguinte todas as mesquitas foram acionadas reunindo mais de 1000 muçulmanos e 72 imãs¹ para protestar junto ao governante local.

Algumas das denúncias feitas a essa minoria é que os cristãos estão pagando pessoas para se converterem ao cristianismo usando o ganância como estratégia de expansão da fé. Foi criado uma comissão de vigilância para impedir ações cristãs tão quanto novas conversões a essa fé.

Se já não bastasse a repressão, maioria dos cristãos estão sendo forçados a renunciar a fé cristã e voltar à suas antigas crenças, a saber, o Islã; 8 cristãos já renunciaram a fé. Muitos estão sendo ameaçado a serem arrastados para a mesquita ou então de receberem agressões física.

Fonte: WORLD WATCH MONITOR

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

¹ líder espiritual de um grupo de muçulmanos.

sábado, 23 de novembro de 2013

O ÍMÃ PROFÉTICO


A declaração do Estado de Israel, em 14 de maio de 1948, desencadeou um massivo efeito magnético, atraindo de volta a sua própria terra todos os judeus congregados nas mais diversas localidades do globo terrestre.

A declaração desencadeou o aumento da perseguição dos judeus nos países antissemitas, conduzindo-os a um único destino, a terra de Israel. Muitos desses, regressaram de mãos vazias e com as roupas do corpo, salvando unicamente suas vidas, encontrando na terra de Israel sua própria segurança.

- 270.000 de Marrocos;
- 26.000 da Argélia;
- 54.000 da Tunísia;
- 37.000 da Líbia;
- 37.600 do Egito;
- 4.000 do Líbano;
- 9.500 da Síria;
- 150.000 do Iraque;
- 51.000 do Iêmen;
- 6.500 de Áden; e 
- 100.000 do Irã.

Com o retorno dos judeus vindos do Egito, do Líbano, da Síria e dos arredores para Israel, cumpriram-se as palavras proféticas de Ezequiel:
Dize-lhes, pois: Assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu tomarei os filhos de Israel de entre as nações para onde eles foram, e os congregarei de todas as partes, e os levarei para a sua própria terra (Ez 37.21, ARA).

Extraído do blog: CONTRASTE

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS 

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

PERSEGUIÇÃO ANTICRISTÃ EM 130 PAÍSES DO MUNDO


O membro do parlamento conservador britânico David Burrowes anunciou em um debate em Westminster Hall que 80% de toda a perseguição mundial visa os cristãos. Ele ressalta que em 130 países do mundo um cristão está sendo torturado ou assassinado por hora.

Países como: Egito, Iêmen, Arábia Saudita, Síria, Iraque, Irã, Afeganistão, Uzbequistão e Paquistão tem aumentado a perseguição drasticamente e de várias formas contra cristãos de 2011 até hoje. Disse outro membro parlamentar "Nós deveríamos estar chorando com a mesma repugnância e horror como temos feito para as terríveis atrocidades contra os judeus na época da Segunda Guerra Mundial." 

Foi mencionado bastante a questão iraniana onde 450.000 cristãos não têm acesso a Bíblia em seu idioma, que é ilegal publicar a Bíblia no Irã; considerando assim, que os cristãos não podem adorar em sua própria língua. 

Outro britânico de nome Ian Lucas disse: "A ironia de tudo isso é que muitos signatários da Declaração Universal dos Direitos Humanos, em 1948, são os países já referidos neste debate." 

Fonte em inglês: ASSYRIAN INTERNATIONAL NEWS AGENCY

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

MORALIDADE E ESPIRITUALIDADE FROUXAS



Esse "roubar, matar e destruir" - intenções e obras de Satanás não se restringe as meras concepções literais da palavra pra acabar com a vida do ser humano. Ele não quer tirar um cristão da igreja e sim manter; é mais preferível apodrecer a fruta do cesto... São mentirinhas "aceitáveis" aqui e ali, incitação a dificuldade de perdoar, coitadismos em excesso, "fica-fica" dos jovens, sexo sem compromisso marital, doutrinas absurdas, modinhas disfarçadas de "estratégia" para alcançar vidas, exclusão das palavras "inferno" e "juízo" nas pregações e muchas otras cosas.

Esse conjunto de laços e "pecadinhos" causa um efeito anestésico nas consciências dos irmãos, molda comportamentos futuros, desfigura os sentimentos morais e esvazia todo temor às coisas de Deus.

Como diz o meu irmão Joel: "Essa geração é a que mais prestará contas diante de Deus e a menos desculpa terá devido a grande facilidade de acesso a Sua Palavra e ao mesmo tempo, falta de compromisso com Ele.

"... Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus." Tiago 4:4

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

domingo, 17 de novembro de 2013

CRISTÃOS EM EXTINÇÃO NO ORIENTE MÉDIO


A baronesa Warsi - paquistanesa, nascida na Inglaterra, muçulmana e representante do Primeiro- Ministro David Cameron disse que perseguição contra cristãos se tornou uma crise global. Ela advertiu que em algumas partes do mundo há o risco de extinção de cristãos: "O que estamos vendo, infelizmente, é uma sensação de punição coletiva, que é dispensado por grupos locais - ás vezes por estados, ás vezes por extremistas.[Os cristãos] são vistos como alvos legítimos... , e este conceito de punição coletiva, e por serem vistos como agentes ocidentais ou de outros regimes é errado; precisamos levantar esta questão nos países onde isto está acontecendo."

A britânica discursou em Georgetown e disse que os líderes de todas a religiões e os governos do Ocidente pode lutar contra o "novo sectarismo" de quatro maneiras:


  • Enfatizando os momentos da história em que as pessoas de uma fé veio em auxílio das pessoas de uma fé diferente: Como muçulmanos que abrigaram judeus durante o Holocausto, e os judeus que ajudaram muçulmanos bósnios reconstruir suas vidas após a Guerra dos Blacãs.
  • Insistindo que "a presença de outras religiões não vem para denegria a sua própria:" Enviei minha filha a uma escola do convento cristão e isso não fez dela menos muçulmana. Pra mim, a rejeição de outra fé apenas revela a fraqueza em sua própria.
  • Promover a ligação entre a liberdade religiosa e a saúde econômica: "Perseguição é ruim para os negócios" disse ela. Pesquisas comprovam que há grande ligação entre a liberdade religiosa e uma sociedade florescente.
  • Encorajar os líderes das grandes religiões a defender os outros: "Nossa resposta para a crise mundial não deve ser sectária, não deve ser cristão defendo somente os cristãos, muçulmanos defendendo somente muçulmanos e etc.
Mesmo sendo muçulmana, essa política parece ter bom senso e sobriedade para relatar e reconhecer bem os fatos sobre a feroz perseguição cristã no Oriente Médio. Eu particularmente rejeito o ecumenismo e o pluralismo forçado reivindicado por ela (no texto original), mas muitas dessas ideias de tolerância e o rechaço do extremismo com certeza são bem-vindos.

O problema é que pode ser desinteressante a medida incorreta da gravidade dos casos e das comparações... Não se deve comparar nem de longe o genocídio de cristãos com algum tipo de perseguição que os muçulmanos podem estar sofrendo. Não vemos decapitações de muçulmanos, não vemos 105.000 muçulmanos sendo martirizados por ano e nem a banalização de sua fé - muito pelo contrário... Todo o apelo de pacificação e tolerância é bem vinda; mas, que os números sejam ditos, que haja punições e que as informações não sejam manipuladas.

No entanto, as denúncias e alertas sobre essas perseguições vindas de uma adepta do islã já é um bom sinal.

Fonte em inglês: WORLD WATCH MONITOR

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS

sábado, 16 de novembro de 2013

DIREITA OU ESQUERDA?


Mateus 25: 31- 46


A vinda de Cristo, com certeza, é o evento mais esperado pelos cristãos. Apesar de muitos ainda desconhecerem os por menores deste assunto tão importante. Se fizéssemos esta pergunta: “Onde você gostaria de estar quando Cristo fizer a separação das ovelhas e dos bodes, direita ou esquerda?” Um cristão fiel ao senhor, mas que conheça superficialmente este texto, responderia: “Gostaria de estar do lado direito”. Esta passagem refere-se ao Juízo das Nações, e, não é destinado à igreja.
Vejamos:

Quando será este juízo?

“Quando, pois vier o Filho do homem na sua glória, [...]”

Será na Segunda Vinda de Cristo, após a tribulação. Não podemos confundir esta aparição de Cristo com o arrebatamento, visto que a segunda vinda acontecerá em duas etapas, uma “para os seus”, no arrebatamento, e outra “com os seus”, no término da tribulação.

Quem será o juiz e quem será julgado?

“[...] se assentará no trono da sua glória; e diante dele serão reunidas todas as nações e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos bodes[...]”

Jesus Cristo será o juiz, pois, a Ele foi entregue todo o Juízo. Serão julgados todos os que sobreviverem à tribulação.

Qual será o critério para o juízo?

O critério usado serão as obras, ou seja, os atos de bondade e misericórdia para com aqueles que padeceram na tribulação, judeus e os que se converteram na tribulação, “quando o fizestes a um destes pequeninos irmãos, a mim o fizestes”.

Qual será o resultado desse juízo?

“Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”

Os justos herdarão o reino que, desde a fundação do mundo, já estava preparado.

“Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos”.

Os injustos, tudo indica que morrerão ali mesmo.


Texto de meu irmão : BLOG DO JOEL

EZEQUIEL DOMINGUES DOS SANTOS