domingo, 27 de maio de 2012

Não tenho fé suficiente pra ser ateu (parte 4)

           Documentário arqueológico apresenta provas sobre a travessia do Mar Vermelho




Para qualquer um que já leu as Sagradas Escrituras, sabem que não se trata de um livro qualquer; fala de ciências sem usar termos técnicos ( e ensina melhor), fala sobre as coisas reais da vida (sem viajar na maionese da vã filosofia), e diferentemente de muitas religiões, a Bíblia Sagrada tem a enorme segurança de unir os fatos metafísicos com fatos terrenos por meio de dados, datas, nomes de pessoas e de lugares.
Nesse artigo se trata da descoberta arqueológica no Golfo de Aqaba, ou popularmente conhecido como o antigo e famoso Mar Vermelho onde foi feito a travessia do povo hebreu depois da sua libertação do Egito.



Há quem diga, que os cristãos se baseam puramente em coincidências; porém tais coincidências são as mínimas de acontecer, praticamente nulas a respeito de cumprimento de profecias, acontecimentos geográficos, acontecimentos do mundo; e tem a sua marca registrada...o selo da inspiração Divina.



Por isso, mesmo que se a fé ou as pessoas que têm essa fé fossem extintas no mundo, a própria história e suas evidências falariam por si só, para vermos que não é necessário boca  para proclamar o Ser que está acima da história.

                                                                Ezequiel Domingues dos Santos

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Famoso ateu, Richard Dawkins, apoia distribuição da Bíblia entre estudantes, como forma de desacreditá-la

Famoso ateu, Richard Dawkins, apoia distribuição da Bíblia entre estudantes, como forma de desacreditá-la | Notícias Evangélicas Gospel Cristãs


O secretário da Educação da Grã-Bretanha, Michael Gove, planeja distribuir exemplares da Bíblia entre os estudantes das escolas públicas do país. Tal ideia está sendo apoiada pelo cientista e militante ateu Richard Dawkins, que afirma que a leitura da Bíblia é o caminho para desacreditá-la.
De acordo com o The Guardian essa é “uma das alianças mais improváveis dos últimos anos”. Porém as intenções para distribuição do Livro Sagrado do Cristianismo entre Gove e Dawkins são bastante diferentes. Enquanto Gove acredita que a Bíblia servirá aos estudantes como um guia de moralidade, Dawkins tem certeza de que o livro sagrado dos cristãos passa muito longe disso.
O militante ateu afirma que a Bíblia não faz restrição ao roubo, assassinato e mutilação, entre outras atitudes condenáveis. Dawkins disse ainda que “o caminho certo para se desiludir dessas falsidades é ler a própria Bíblia”.
Porém, mesmo sendo contra a Bíblia como uma fonte de ensinamentos morais, ele admitiu que a Bíblia tem qualidades literárias e que, por isso, deve fazer parte da formação geral dos estudantes.
No último ano, Dawkins se envolveu em outra polêmica ao fazer comentários sobre a Bíblia. Ao comentar sobre os 400 anos da Bíblia King James, versão que Gove pretende distribuir entre os estudantes, ele disse que esses textos são uma herança cultural que foi roubada pelas religiões.
A polêmica em torno do assunto se intensificou ainda mais porque alguns cristãos se ofereceram para arcar com os custos dessa distribuição.
A Nacional Sociedade Secular também se manifestou sobre o assunto, discordando tanto de Gove quanto de Dawkins. A entidade afirma que a distribuição da Bíblia significaria um desperdício de dinheiro, além de favorecer o cristianismo nas escolas, onde nenhum credo deve merecer atenção especial.
                                                 Fonte: Gospel Mais | Divulgação: Midia Gospel 

Está aí, o Rotweiller de Charles Darwin apóia a distribuição da bíblia como forma de descareditá-la, ele pode sempre querer menosprezar a Palavra de Deus banalizar seus conteúdos porquê não suporta que é o Livro mais vendido e mais lido do mundo !
As bases da moralidade e de uma sociedade justa e tranquila são coisas em que a bíblia mais apóia.
Boa inciativa de Gove e que a Inglaterra  - que é um país considerado ateu, possa novamente a ter vida como nos tempos de Charles R. Spurgeon.

                                                                    Ezequiel Domingues dos Santos

                                                        
                                                           

terça-feira, 22 de maio de 2012

Um coisa à se pensar


O pastor Ricardo Gondim tem dito algumas coisas estranhas que estão circulando no meio cristão.
Ele já tem dito em seu site que a volta de Jesus é uma utopia ou seja, uma fantasia; também falou no programa da Rede Globo "Sagrado" ( uma programa em que não pode fazer apologia) e agora nesse vídeo questiona a maneira que as igreja cristãs evangélicas falam de salvação, ele é pastor da Igreja Betesda e já foi missionário, continua sendo digno de respeito e orações, porém vejam o vídeo e tirem as suas conclusões.

                                             Ezequiel Domingues dos Santos

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Mudanças na vida



Períodos de transição


A mudança é parte inevitável da vida. Enquanto o conhecimento, a experiência e a rotina proporcionam segurança, para muitas pessoas a incerteza da mudança é desconfortável.
Quando as circunstâncias estão mudando, nós podemos confiar em Deus para receber forças, orientação e persistência. Ele é imutável (Hb 1.10-12). Em épocas de transição, podemos confiar num Deus soberano e amorosopara ordenar todos os acontecimentos de nossa vida de acordo com os seus propósitos (Rom 8.28)
Todos nós estamos em contato quase constante com mudanças - casamento, profissão, filhos, enfermidade, mudança de moradia, aposentadoria, etc. Algumas são voluntárias; outras, forçadas pelas circunstâncias. Algumas trazem alegria; outras, sofrimentos e confusão.
Todas; mas todas!, mudanças podem tornar-se positivas, experiências fortalecedoras para os que se colocam sob a autoridade de Deus.
As pessoas reagem às mudanças na vida de maneiras diferentes. Às vezes, há medo do desconhecido. Às vezes falta-lhes autoconfiança em períodos de transição. Algumas sentem frustradas, solitárias e cheias de sofrimentos. O antídoto para esses sentimentos é a fé e a obediência ativa. Os cristãos são desafiados a aceitar a realidade da mudança e a levar palavras de encorajamento às que estão passando por mudanças, porque temos que entender que por mais trágico que essas mudanças, há um tempo determinado para todas as coisas (Ec 3).
O estudo da bíblia é muito importante quando enfrentamos mudanças. Ela oferece vigor espiritual para os dias de aflição e nos faz entender que, para o sábio, para o louco, para o sóbrio, para o insensato, para o rico, para o pobre... para todos existe o dia mal e de nada podemos escapar, mas para os que confiam no regente no universo há algo no fim de tudo.


                                             Ezequiel Domingues dos Santos

terça-feira, 15 de maio de 2012

A intolerância dentro da família

Casal muçulmano se converte ao Cristianismo e perde a guarda dos filhos

Casal muçulmano se converte ao Cristianismo e perde a guarda dos filhos | Notícias Evangélicas Gospel Cristãs



Em um país africano de maioria muçulmana, um casal está há meses afastado dos filhos. O motivo: ter se convertido ao cristianismo. Beniam e a esposa perderam a guarda das crianças quando o avô delas, o pai de Beniam, percebeu que elas estavam recebendo ensinamentos bíblicos.
“Quando você morrer eu não vou ao seu funeral. Pra mim você já está morto e não é mais meu filho”, teria dito o pai de Beniam inconformado com a conversão do filho.
Beniam conta que um de seus filhos estava lendo a Bíblia quando foi surpreendido pela visita do avô. “Meu pai viu meu filho ler minha Bíblia e perguntou pra ele o que era. Meu filho lhe respondeu dizendo que era a bíblia e ele ficou muito nervoso”, descreve em entrevista ao Baptist Press.
No mesmo dia, o pai de Beniam levou as crianças com o argumento de que não queria que os netos fossem criados por infiéis. Desde então, Beniam não as vê.
Mesmo com a família dividida, Beniam segue evangelizando. “Eu sei qual é a verdade e uma vez que conhece a verdade, não pode mais voltar atrás. Eu e minha esposa temos decidido seguir o caminho de Jesus e nossos filhos vão voltar”, diz ele. “Apesar de ele ter levado meus filhos, e ainda dizendo que estou morto para ele, não vou deixar de falar da salvação de Jesus. Continuo compartilhando a bíblia para aqueles que querem conhecer a verdade”, completa.
O número de pessoas que já aceitaram Jesus Cristo como salvador após ouvir as mensagens de Beniam tem crescido e agora ele reúne um grupo em sua casa uma vez por semana para ensinar sobre as escrituras.
O casal busca meios de reaver a guarda dos filhos. Mas isso é complexo em sociedades de tradição muçulmana, onde os mais velhos têm o governo da família. Beniam contou também que ora para que seus pais encontrem a Cristo.
Fonte: The Christian Post | Divulgação: Midia Gospel

segunda-feira, 14 de maio de 2012

15 de Maio - Dia Internacional das Famílias



Não existe fundamento mais sólido, permanente e dinâmico para a preservação da espécie humana e para a saúde social do que a sua célula mãe: a família.
A família é muito mais do que um agrupamento de pessoas do mesmo sangue que moram na mesma residência. A família é a instituição em que nós recebemos apoio e sustento emocional que dá significado para nossa existência, traz o gozo da perpetuação da nossa linhagem sem contar que é o centro de referência para toda a criança; veja como está o estado emocional de uma criança e verás como é a sua família!

No 15 de Maio é comemorado, ou pelo menos devia ser, o Dia Internacional da Família, e infelizmente o que vemos na sociedade em geral é a banalização e o desprezo por qualquer coisa que reverencie a família.
A família é o sustentáculo da sociedade e melhor do que o ensino acadêmico, a família proporciona o ensino para vida pois acompanha de perto a formação da moral, ética, respeito e diginidade da criança, é na família que os ensinos são verdadeiramente guardados e nutridos emocionalmente na criança e contribui para uma comunidade mais civilizada e respeitosa.

Aniquile a família, e será aniquilado a sociedade da mesma forma que um câncer corrói o corpo humano. A família é o núcleo da convivência, não é a toa que é a primeira instituição posta pelo próprio Deus : "Portanto deixará o homem a seu pai e sua mãe, e unir-se-á à sua mullher, e serão os dois uma só carne." foi assim que a sociedade tem crescido e se fortificado, também entre as culturas remotas da Terra também é dessa e até entre os animais é dessa forma que sua raça permanece nos dias de hoje.

Porém as coisas estão mudando, os valores mais do que mudando estão se invertindo ! Antes era uma burocracia para o divórcio, agora em um dia e de graça é feito com a desgraça de um laço matrimonial.
Qualquer união de pessoas do mesmo sexo, sem a figura materna ou paterna, querem chamar patéticamente de família.
Na mídia o que está em alta é a prostituição, imoralidade e o desprezo pela estabilidade familiar sendo uma verdadeira babilônia  de enganos sedutores corropendo o que está capengando pra sobreviver !.

Esse planeta só chegou aonde chegou por causa da famílias! grandes nações poderosas no mundo foram formadas por simplesmente famílias tradicionais; quer dizer que, por mais que a decadência moral humana queira deturpar a família, por mais que o mundo esteja a beira do caos social e sem referência de afetos paternos; se ainda existir um "pai" para verdadeiramente homens e "mãe" para verdadeiramente mulheres no mesmo lar, podemos ainda respirar aliviados pela preservação da espécie humana !!!


                                       Ezequiel Domingues dos Santos

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Não tenho fé suficiente para ser ateu (parte 3)

Arqueólogos israelenses encontram selo do período do Templo de Salomão

Arqueólogos israelenses encontram selo do período do Templo de Salomão | Notícias Evangélicas Gospel Cristãs



Um selo de mais de 2 mil anos foi encontrado durante escavações arqueológicas realizadas perto do Muro das Lamentações, edificação construída para contenção do Templo de Herodes, que foi construído sobre as ruínas do famoso Templo de Salomão. A descoberta foi anunciada pela Autoridade Israelense de Antiguidades.
A peça encontrada tem cerca de 2 centímetros de cumprimento e foi descoberta no chão do antigo edifício. Além do selo, um padrão de cerâmica comum naquele período também foi encontrado nas escavações feitas no local. O selo é uma pedra semipreciosa na qual foi gravado em hebraico o nome de seu proprietário: “Lematanyahu Ben Ho…”, que significa: “Pertence a Matanyahu filho de Ho…”). O resto da inscrição está ilegível.
Esse tipo de objeto era muito utilizado pelas pessoas importantes daquele período, que usavam os selos dentro de anéis para assinar cartas como uma marca de identificação pessoal.
Em um comunicado à imprensa, o diretor das escavações da Autoridade Israelense de Antiguidades, Eli Shukron, explicou: “O nome Matanias, assim como o nome Natanias, significa ‘presente para Deus’. Estes nomes são mencionados várias vezes na Bíblia. Trata-se de nomes típicos no Reino de Judá, durante o final do período do Primeiro Templo – século VIII A.C. até a destruição do Templo, em 586 antes de Cristo”. O nome aparece duas vezes em 1 Crônicas 25, em uma seção com a listagem de nomes hebreus a quem o rei Davi tinha designado para cantar louvores e desempenhar outras funções no Tabernáculo.
De acordo com a Israel National News, Shukron afirmou ainda: “Encontrar um selo do período do Primeiro Templo, ao pé das paredes no Monte do Templo é algo raro e muito emocionante. Esta é uma identificação indubitável de um homem chamado Matanyahu, que viveu aqui mais de 2.700 anos atrás”.
A importância arqueológica da descoberta é ressaltada pela importância do local em que foi feita e pelo fato de que estudiosos judeus são questionados publicamente por muçulmanos que afirmam que o primeiro templo nunca existiu.
                                                                                                           Fonte: Mídia Gospel